Champions League: do you speak English?

Champions League: do you speak English?
FacebookLinkedInTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare

Hazard e Savic nos extremos de Chelsea e Atleti na temporada (Foto: Reprodução/GOAL.com)

Com ingleses fazendo história e classificando todos os seus times para as oitavas, a Champions define os potes do sorteio da próxima segunda-feira com algumas surpresas, como o Atleti fora da disputa

A última rodada da fase de grupos trouxe algumas surpresas a campo. Com clubes como Atleti e Dortmund fora da disputa, Besiktas e Roma lideram seus grupos e fazem parte do pote A, enquanto Real Madrid, Juve e Chelsea figuram no pote B. Confira os destaques:

5OC: bonde dos líderes feat. Chelsea


Man United 2 x 1 CSKA

Vitinho marcou. Emoção em Old Trafford do lado russo, aquela coisa toda. “Vamos classificar!”

Nem combinaram com o United. E olha que os Red Devils estavam pensando mais no City para a partida do fim de semana do que na UCL. Já classificado, o time de Mourinho precisou de dois minutos e dois talentos para resolver a partida. O primeiro foi Lukaku, que marcou de novo e todo mundo já sabia que isso aconteceria. O outro, o garoto de ouro, foi Marcus Rashford, que certamente vai ajudar tanto United, quando o English Team em muitas oportunidades ainda. Aos 64′ e 66′ (somados os dois tempos, à moda europeia) o time inglês virou e explodiu o Teatro dos Sonhos.

Bom para o Basel, que ganhou a segunda vaga do grupo e avançou de fase. E o CSKA, mais uma vez jogou aquém do que podia. E mais uma vez ficou de fora.

Liverpool 7 x 0 Spartak Moscou

Ah, mas já o Liverpool teve zero problemas em casa. Zero problemas para golear e ser líder. Parece que eles ouviram a minha crítica dos outros textos e acabaram com essa síndrome da entrega de paçoca.

coutinho-salah-firmino-comemoração

Os moleques de Klopp bagunçaram em Anfield (Foto: Reprodução/Chicago Tribune)

E foram os destaques do time que fizeram os gols. Pelo menos para mim – e creio que para aqueles que acompanham os Reds também – os 4 principais nomes marcaram: Coutinho (3), Mané (2), Firmino e Salah deram um baile nos russos, que ainda tinham chances reais de classificação, mas apanharam tanto que a Europa League parece bem agradável aos olhos. E o Liverpool, que gerava dúvidas em todos nós espectadores, parece ter tomado o rumo de casa. Vamos aguardar…

Tottenham 3 x 0 APOEL Nicosia

Ganhar do Apoel para ser líder não é nenhum problema para o Tottenham. O time de Londres passou fácil pelo time do Chipre e garantiu a primeira vaga do grupo com Real e Borussia com louvor. A campanha foi coroada com um time misto – que era mais reserva do que tudo – e ainda sem o pé no acelerador. Foram 11 chutes à meta. Do lado do Apoel, nenhum. Ainda 61% de posse de bola, sendo a maior parte, no campo de ataque. O massacre era certo. Llorrente, Son e N’Koudou só confirmaram a liderança mesmo.

Shakhtar Donestk 2 x 1 Man City

O jogo serviu só para eliminar o Napoli mesmo. O time misto – também mais reserva que tudo – dos Citizens nem fez grandes esforços para correr atrás de um triunfo. A liderança estava garantida e o sangue nos olhos dos ucranianos fez o time do Shakhtar vencer a partida e se classificar em 2º. E o destaque do jogo? Bernard, aquele da alegria nas pernas, que ainda fez gol e tudo. O City, para variar, controlou a posse de bola. Mas sem nenhum inspiração, perdeu sua primeira na competição.

Chucrutes e Aleleblê: sit down, Paris


Bayern 3 x 1 PSG

Esses novos ricos… acham que é só chegar, contratar meia dúzia de bons – e caríssimos – jogadores que vão ganhar tudo. Os bávaros mostraram que a camisa ainda pesa no futebol. O time também é para lá de estrelado. E unindo o útil ao agradável, veio a vitória e o “senta aí, PSG”.

tolisso-comemorando-contra-psg

Tolisso falou francês contra o PSG e bagunçou a festa com dois gols (Foto: Reprodução/myKhel)

E para amargar ainda mais a boca francesa, quem resolveu jogar foi o garoto Tolisso. Vindo do Lyon, o garoto fez dois gols contra o Paris e calou a torcida visitante que estava na Allianz Arena. O Bayern soube tocar melhor a bola, triangular bem e deixar o time do ano perdido em campo. A eficiência ainda ajudou também: foram 4 chutes e 3 gols, contra 8 dos visitantes para apenas um tento.

Mas se engana quem acha que Paris está morto ou algo do tipo. O time segue mais forte do que nunca. A derrota foi apenas um aviso: existem bons adversários e é bom abrir o olho. O peso da camisa ainda faz a diferença.

Porto 5 x 2 Monaco

O time do Principado já estava enterrado faz tempo. Mas o time sensação do ano passado ainda tomou um esfrega do Porto, em Portugal, para ficar esperto. Os azuis e brancos precisavam garantir a vaga na próxima fase e passaram o trator em cima dos franceses. Aos 9′ já estava 1 a 0, com gol de Aboubakar. Quando o Monaco resolveu reagir, aos 16 da segunda etapa, com Glik, o jogo já estava 3 a 0. E aí, no final, o 5 a 2 garantiu o Porto na próxima fase da Champions League. Graças ao…

RB Leipzig 1 x 2 Besiktas

O time da Red Bull rodou da UCL. Diante da sensação turca, o clube alemão não fez o que se esperava de quem quer uma vaga no mata-mata. Dentro de casa, aos 10 minutos, um pênalti contra não é nada agradável. Para piorar, Negredo guardou ela e fez os touros correrem atrás do prejuízo a partida inteira. E olha que foi um tiroteio dentro de campo, com 10 chutes no gol para cada lado. A eficiência só apareceu – infelizmente para os alemães – aos 42′ da etapa final, com Keita, empatando o jogo. Mas no desespero de sair, o time alemão viu o brasileiro Anderson Talisca marcar mais um aos 90′ e selar a eliminação dentro de casa.

talisca-gol-contra-leipzig

Talisca jogou a pá de cal em cima dos alemães (Foto: Reprodução/Chicago Tribune)

O odiado/sensação da Alemanha fica de fora da fase eliminatória e vai ter que se contentar com a Europa League. Já os turcos, mais fortes do que nunca e com um time para lá de consistente, tem tudo para aprontar nessa UCL.

Catenaccio: preto, branco e grená


Olympiacos 0 x 2 Juventus

Até teve festa na Grécia, com mosaico e tudo. Mas o Olympiacos não tinha chance de classificação. E a Juve só queria terminar logo a primeira fase para se concentrar no mata-mata.

A partida foi bem morna e nem teve os principais jogadores do time italiano em campo, poupados por circunstâncias óbvias. Com um jogo morno, a Juve pressionou quando foi preciso e marcou com tranquilidade com Cuadrado e Bernardeschi para selar a vaga na segunda posição do grupo, já que o Barça garantiu a liderança.

Roma 1 x 0 Qarabag

Eita, emoção gostosa (e bem desnecessária)! O Atleti ganhando em Stamford Bridge e jogo empatado dentro de casa contra o fraquíssimo Qarabag. A vaga escorrendo pelos dedos. Gols perdidos adoidadamente. Mas Perotti resolveu mostrar que a Roma ainda vive e que quer jogar o mata-mata da UCL.

perotti-gol-contra-qarabag

Perotti tirou o zero do placar e classificou a Roma em primeiro lugar (Foto: Reprodução/Il Romanista)

Para melhorar, a tranquilidade aumentou com o gol contra de Savic, que ainda melhorou o panorama e garantiu ainda mais a liderança dos romanos. Festa na Itália e um sorteio mais “tranquilo” para a fase eliminatória.

Feyenoord 2 x 1 Napoli

Os azuis de Nápoles tinham chance de se classificar. Contra o pior time do grupo, na Holanda, a missão não era fácil. Ainda precisava torcer contra o Shakhtar, dentro de casa, contra o City B. Mas nem o papel deles foi feito.

O jogo não foi um dos melhores da rodada. Zielinski abriu o placar logo cedo, com menos de 2 minutos de partida. Mas o time da casa não estava nem aí para o fato de já estar eliminado. Viu a pouca eficácia do Napoli morreu abraçado com o clube italiano e jogou a pá de cal, finalizando a virada com um gol aos 46 do segundo tempo, marcado por Juste.

E agora, para os napolitanos, resta o título italiano – e a Europa League – como metas para a temporada.

Tiki-Taka: vem (quase) todo mundo comigo!


Maribor 1 x 1 Sevilla

Com a gente viu, o Atleti caiu no grupo do Chelsea e da Roma. E o Sevilla até fez uma forcinha para rodar em seu grupo. Mas diante do chocolate do Liverpool e do empate sem sal diante do Maribor, fora de casa, o time garantiu mais uma vaga para a Espanha no mata-mata. E o jogo foi resolvido por brasileiros.

ph-ganso-gol-contra-maribor

Ganso empatou o jogo e aliviou o coração do espanhois na Eslovênia (Foto: Reprodução/Notícias ao Minuto)

Marcos Tavares, destaque do time esloveno, abriu o placar. Para o empate espanhol? Ganso marcou e jogou o Sevilla de novo no jogo, apesar do resultado de empate não ter saído do placar. A situação não é das melhores, porque estar no pote 2 do sorteio com líderes tão bons, não é de se comemorar. Mas a vaga chegou e agora é fazer valer dentro de campo.

Real Madrid 3 x 2 Borussia Dortmund

Diante de um Dortmund eliminado, o Real fez o que se esperava e venceu no Santiago Bernabéu. Tudo bem que rolou uma emoção desnecessária depois do 2 a 0 aberto, com gols de Mayoral e Ronaldo. Os dois gols rápidos fizeram com que os merengues relaxassem em campo. Com alguns jogadores poupados, os madridistas viram Aubameyang empatar o jogo em dois lances e colocar fogo na partida.

Mas Lucas Vázquez chamou a responsa e aos 81′ desempatou de novo o marcador. Foram 68% de posse de bola, com muito mais chances de gols criadas em relação aos aurinegros. No fim, a liderança não veio pela campanha no Tottenham e o atual campeão encabeça o pote 2, podendo gerar um jogaço logo nas oitavas. Já o Borussia, eliminado há tempos, se contenta com a Europa League e precisa ainda mais se refazer para o próximo ano, caso consiga de novo a vaga na UCL.

Barcelona 2 x 0 Sporting

Já classificado e com a primeira vaga garantida, o Barça bateu o Sporting sem maiores dificuldades dentro de casa. E o time nem era o titular. O Sporting veio com tudo para cima dos barcelonistas, mas Paco Alcácer acabou cedinho com a tentativa de reação portuguesa.

E para melhorar tudo, o ex-jogador do Barça, Mathieu, mostrou que não sabia que sua transferência tinha acontecido e jogou contra seu próprio gol. Matou de vez o seu time e tornou tudo mais fácil e morno no Camp Nou. O 2 a 0 garantiu ainda mais a primeira vaga e classificação tranquila dos catalães.

And now, José?

O sorteio para a próxima fase da Champions League acontece na manhã da próxima segunda, dia 11. Mas antes, para entender algumas regras e quais os times estão envolvidos, vamos fazer um apanhado sobre o que vai rolar.

O times serão divididos em potes A e B, com os primeiros colocados dos grupos no pote A e os segundos, no pote B. No sorteio para as oitavas, times do mesmo país ou do mesmo grupo NÃO podem se enfrentar, o que elimina algumas possibilidades de confronto.

Para ilustrar, vemos o exemplo do Real Madrid, um componente estranho do pote 2. O time madridista não pode, por exemplo, enfrentar o Barcelona, mesmo estando em potes distintos, pois são de mesmo país. O Tottenham, líder do grupo no qual os merengues ficaram em 2º, também não podem enfrentar o time de Zidane, o que elimina dois possíveis embates para as oitavas.

Sabendo das regras, vamos à configuração dos potes:

Pote A, em ordem: Manchester United (A), Paris Saint-Germain (B), Roma (C), Barcelona (D), Liverpool (E), Manchester City (F), Besiktas (G) e Tottenham (H)

Pote B, em ordem: Basel 1983 (A), Bayern (B), Chelsea (C), Juventus (D), Sevilla (E), Shakhtar Donetsk (F), Porto (G) e Real Madrid (H)

FacebookLinkedInTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare
Guilherme Porto

Guilherme Porto

Esporte sempre foi a minha paixão. Apaixonado por NFL e Futebol, mas acompanho tudo que gere competição, desde golf até curling. E para um cara que preferia os jogos gravados em fita cassete da Copa de 94 aos desenhos animados antes de ir à aula na creche, trabalhar com isso é privilégio.



Related Articles

5OC (matchweek 16): onze vezes mais tranquilo

O gol de David Silva abriu a vitória no clássico (Foto: Reprodução/Premier League) O City venceu o clássico jogando como

Premier League – Rodada 33

O belíssimo White Hart Lane serviu de palco para mais um chocolate do vice-líder Tottenham, que ainda sonha com o

Juventus x Real Madrid: um duelo de gigantes

Final em Cardiff colocará frente a frente Juventus e Real Madrid, 19 anos após a última final entre os dois.

No comments

Write a comment
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write a Comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*

error: Couteúdo protegido