Tiki-taka: més que un joc(?)

Tiki-taka: més que un joc(?)
FacebookTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare

Na Catalunha, portões fechados. Só assim para esvaziar o Camp Nou.

Em dia politicamente conturbado na Espanha, Barcelona se mantém 100%; Real vence a primeira em casa

O Barcelona venceu o Las Palmas por 3 a 0 em partida envolta em polêmicas; o Real Madrid finalmente conseguiu vencer no Santiago Bernabéu, mas Ronaldo segue em branco. E ainda teve um jogo maluco no duelo da realeza entre Sociedad e Betis. Siga com a RISE:

Sair ou não sair, jogar ou não jogar…? – Barcelona 3×0 Las Palmas

As polêmicas rondavam a partida entre Barcelona e Las Palmas no último domingo. Uma votação para decidir a separação da região da Catalunha da Espanha foi marcada para o mesmo dia da partida, e vários foram os confrontos entre manifestantes pró-separação e a polícia – com algumas cenas de truculência policial pipocando aos montes nas redes.

Levando em conta o clima um tanto hostil que rondava a área e fato de ser um dia importante para a Catalunha – sendo o clube blaugrana o maior, ou pelo menos o mais midiático, símbolo da região – os barcelonistas chegaram a pedir por um adiamento da partida. Mas a administração de La Liga se mostrou irredutível, decidindo por realizar a peleja, mas de portões fechados.

Muito por isso, até pouco antes da bola rolar, havia o temor de que os culés não entrassem em campo em protesto a tal decisão. Houve relatos até mesmo de jogadores chorando no vestiário. Claramente é algo que transcende o futebol.

Para botar mais lenha nessa fogueira, a equipe adversária – o Las Palmas – decidiu por utilizar uma camisa com a bandeira da Espanha bordada. E publicou em seu site e redes sociais um comunicado oficial em favor da “unidade nacional”.

A ameaça de não haver jogo era grande, mas os prejuízos que o Barcelona poderia sofrer por isso seriam ainda maiores: perca de 6 pontos, três pelo W.O e mais três por punição. A vantagem na liderança viraria pó e a distância de 7 pontos para o arquirrival se tornaria apenas 1. Levando em conta isso, o Barcelona foi à campo.

Os gols saíram apenas no segundo tempo: aos 48′, o Barcelona cobrou escanteio; Chichizola saiu mal e Busquets cabeceou para o gol. Os próximos viriam num showtime de Lionel Messi: aos 70′ ele recebeu passe em profundidade e, cara a cara com o goleiro, mostrou seu nervosismo característico nesse tipo de lance – driblou seco antes de tocar para o gol. O terceiro veio aos 75′, quando Leo, após receber passe de Racktic, tocou de primeira para o gol. Barcelona 3×0 Las Palmas.

Em um dia cheio de questões políticas na Catalunha, o futebol acabou em segundo plano. Se os torcedores mais fervorosos ao separatismo catalão podem se sentir um tanto quanto traídos pela atitude do Barcelona, é necessário entender a situação do clube, que não pode deixar a política ditar o ritmo do lado esportivo do clube.

Porque, convenhamos, a representatividade do Barcelona se tornou algo maior do que o time símbolo do orgulho catalão. E há muito tempo.

Força Dani! – Real Madrid 2×0 Espanyol

bandeiras-espanha-torcida-real-madrid-x-espanyol

Um mar de bandeiras espanholas toma parte das arquibancadas do Bernabéu (Foto: EFE).

Depois de 3 partidas tropeçando dentro de casa, o Real Madrid voltou a ganhar no Santiago Bernabéu. E como não poderia deixar de ser, as manifestações referentes ao referendo de separação da Catalunha estiveram presentes, com bandeiras da Espanha sendo levantadas pelos torcedores merengues. O próprio Espanyol é um time catalão e também é afetado pela votação.

Notícias tristes também rondaram o Real Madrid: Dani Carvajal, lateral direito da equipe e revelado nas canteras do clube madrilenho, foi diagnosticado com um processo viral que atingiu o pericárdio (a parede do coração) e vai ficar afastado por tempo indeterminado. Em seu lugar entrou o jovem Achraf, primeiro jogador marroquino a jogar pelo Real Madrid e também cria de La Fábrica.

Mas voltando ao futebol: a equipe blanca já começou a pressionar logo na saída de bola, com Ramos lançando bola para Isco desperdiçar cara a cara com o goleiro. Tudo isso aos 22 segundos de jogo. Os merengues continuariam a pressionar bastante os catalães, mas falhando na finalização. Aos 23′, na chance mais clara até então, Pau López espalmou para fora um míssil de cabeça de Ramos após um cruzamento de Cristiano Ronaldo.

O português, que continua em um indigesto jejum sem marcar, parecia estar mais num dia de assistente. Foi dele o passe para o gol de Isco: aos 29′ Ramos achou Ronaldo pela esquerda da intermediária; o gajo foi levando e assistiu Isco em um passe sensacional nas costas da defesa; o camisa 22 só deu um tapa para abrir o placar – Madrid 1×0.

Perdendo chances aos montes, o Real Madrid ainda sofreu com a sombra do empate do Espanyol em alguns momentos, como o chutaço de Gerard no travessão de Navas após falha bisonha de Casemiro.

As falhas merengues impulsionariam o Espanyol no segundo tempo, que começou a assustar um pouco mais. Após escorregão vergonhoso de Ramos aos 49′, Navas defendeu chute cara a cara de Navarro. O goleiro ainda se anteciparia de forma precisa para evitar que um passe deixasse Bapstistao na cara do gol.

O Espanyol pressionava, mas assim como o Real Madrid no primeiro tempo, não convertia as chances em gols. E como quem não faz leva e a corda sempre pende pro lado mais fraco, aos 70′ Isco roubou bola e passou para Cristiano Ronaldo; o gajo veio carregando a puxada de contra-ataque e abriu com Asensio na esquerda; o camisa 20 passou para Isco no meio da grande área, que dominou e chutou forte no canto de Pau López. Madrid 2×0.

O Real Madrid continua a ser irregular nesse início de temporada, sobretudo em La Liga. Jogadores que até pouco mais de um mês estavam em excelente momento, caíram bruscamente de rendimento. Talvez possa ser até mesmo o físico e a mente cobrando a maratona de jogos decisivos que os merengues fizeram no primeiro semestre do ano. Mas ainda assim há time suficiente para mostrar mais do que vem apresentando.

Placar bailarino – Real Sociedad 4×4 Real Bétis

Real Sociedad e Bétis fizeram duelo movimentado (Foto: Divulgação/Real Sociedad)

Muita gente costuma dizer que não gosta de acompanhar La Liga porque as partidas entre equipes abaixo do top 3 são chatas e enfadonhas – inclusive preferindo acompanhar certos campeonatinhos nefastos por aí. Mas essa afirmação não poderia estar mais longe da verdade. Exemplo disso é o placar dessa movimentada (para dizer o mínimo) partida no Anoeta.

O placar foi aberto logo aos 6′: após disputa na entrada da área, Fabián Ruiz recebeu passe de cabeça e tocou por elevação para Sanabria – em grande fase – chutar forte no canto esquerdo de Rulli – Bétis 1×0 Sociedad.

A virada não demoraria a vir. Willian José cabeceou no cantinho após cruzamento de Odriozola, aos 13′; o brasileiro ainda daria um passe por baixo das pernas de seu marcador para encontrar Rodrigues, que cruzou rasteiro para Oyarzabal chutar de primeira para o gol, aos 26′.

O empate do Bétis viria logo dois minutos após. Guardado cobrou escanteio e Feddal cabeceou para o gol antes que Rulli ou Willian José alcançassem a bola. A virada da virada viria aos 46′, após Guardado dar um passe de gênio do meio de campo para o veterano Joaquín finalizar para o gol frente a frente com Adán. Xabi Prieto empataria tudo ao tocar livre para o gol depois da sobra de bola na área, aos 57′.

O jogo ainda reservaria emoções para o finalzinho da partida: aos 84′ Guardado deu lindo lançamento de sua própria área para León, que recebeu pouco depois do meio de campo e entrou na área disputando com o zagueiro antes de soltar um míssil no ângulo do goleiro. Mas a vantagem dos sevilhanos duraria pouco: 3 minutos depois, Illaramendi cobrou escanteio e Llorente subiu bonito de cabeça para deixar tudo igual.

O resultado não muito bom para os dois times, principalmente para a Real Sociedad. Mas foi extremamente satisfatório para o fã de futebol.

O Valencia está de volta – Valencia 3×2 Athletic Bilbao

O Valencia dá mostras que irá brigar pelas vagas europeias (Foto: Divulgação/Valencia C.F.)

Com excelentes resultados neste início de temporada, o Valencia vai dando esperanças a seu torcedor por uma briga nas vagas europeias. Nessa rodada, uma vitória importante em cima dos leones do Bilbao.

Aos 27′, Gayá recebeu pela esquerda da grande área e cruzou rasteiro para o meio, onde Zaza – recuperando o bom de futebol – chutou caindo, no alto do gol de Arrizabalaga. O jovem goleiro basco ainda seria diretamente responsável pelo segundo gols dos morcegos, saindo totalmente errado e fazendo pênalti em Rodrigo. Parejo foi para a cobrança e converteu.

No segundo tempo, o Athletic diminuiria aos 59′, com Vesga cruzando para a área e Aduriz dominando bonito, na ponta da chuteira e finalizando no cantinho. Mas o Valencia ampliaria a vantagem aos 66′, com Montoya dando belo lançamento para área; Rodrigo tocaria de cabeça na saída de Arrizabalaga – que vai mostrando certa deficiência nesse atributo. Raúl Garcia ainda diminuiria aos 76′, de cabeça, após cobrança de falta de Susaeta.

Ao contrário dos últimos anos, o Valencia sobe enquanto o Athletic desce. Ao menos nesse início de temporada.

Tiki-taka: 

Celta de Vigo 3x3 Girona

Deportivo La Coruña 2×1 Getafe

Sevilla 2×0 Malaga

Levante 0x2 Alavés

Leganés 0x0 Atlético de Madrid

Villarreal 3×0 Eibar

FacebookTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare
Matheus Wesley

Matheus Wesley

Aspirante a jornalista e apaixonado por futebol onde se parlla e onde se habla. Fã de tática e da história desse esporte incrível. Considera Zizou a síntese do "jogo bonito" e acha os desarmes de Cannavaro, Baresi e Maldini uma obra-prima tão bela quanto qualquer gol. Twitter: @Matheus11Wesley



Related Articles

UCL: a primeira vez a gente nunca esquece

Real Madrid ganha pela primeira vez em Dortmund, Atlético perde a primeira partida internacional no Metropolitano e Barcelona vence em

Champions League – Espelho, espelho meu

Atlético e Leicester jogaram em busca de vantagem para a partida da próxima terça-feira, na Inglaterra, valendo vaga nas semifinais (Foto:

Tirando o atraso

“Para ser campeão, Real precisa apenas de si” (Foto: divulgação/Real Madrid) Real Madrid ganha em partida atrasada e ultrapassa Barcelona

No comments

Write a comment
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write a Comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*

error: Couteúdo protegido