Bundesliga – Rodada 7: déjà vu alemão

Bundesliga – Rodada 7: déjà vu alemão
FacebookTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare

Kagawa marcou o segundo gol do Dortmund na partida (Foto: Divulgação/BVB)

Outra vitória do Dortmund e outro empate do Bayern: nada mudou na Bundesliga; confira o que rolou na sétima rodada do campeonato alemão

Passo a passo, o Borussia Dortmund vai deixando os adversários para trás e abre uma boa vantagem na liderança do campeonato nacional. Nesse momento, são 5 pontos à frente do Bayern, segundo colocado da competição. Para melhorar, Hoffenheim e Hannover perderam seus jogos. Tudo conspira a favor do Dortmund.

Disparado – Augsburg 1 x 2 Borussia Dortmund 

Com a vitória, o Dortmund chegou a 90.5% de aproveitamento na Bundesliga. É surpreendente o início da equipe no campeonato alemão: são 6 vitórias e 1 empate. Com desempenho quase perfeito, que faz lembrar o do Corinthians no primeiro turno do Brasileirão, o Borussia na Bundesliga é imbatível.

E olha que nem foi uma das melhores atuações do time aurinegro. Mas os 3 pontos vieram, coisa que os concorrentes ao título não foram capazes de conquistar. Diferentemente das últimas partidas, Aubameyang não foi o herói do jogo. Na verdade, longe disso: o gabonês perdeu um pênalti ao tentar uma cavadinha e entregou na mão do goleiro. Andrey Yarmolenko jogou muito bem, fez gol, deu uma assistência e chamou a responsabilidade. Kagawa também marcou e Bürki salvou com algumas defesas difíceis.

Após a derrota em casa para o Real Madrid, o Borussia precisava vencer para reerguer a confiança. Logo no início do primeiro tempo, aos 4 minutos de partida, Yarmolenko fez um golaço de calcanhar e abriu o placar. A resposta do Augsburg não demorou: aos 11, no contrapé do Burki, Cauby cabeceou e marcou o gol de empate para o time da casa. Ainda no primeiro tempo, aos 22, Kagawa, de cobertura, retomou a vantagem para o Dortmund, com assistência de Yarmolenko.

borussia-comemora-gol-de-yarmolenko

Yarmolenko comemora o primeiro gol da partida (Foto: Divulgação/BVB)

No segundo tempo, mais uma vez o árbitro de vídeo foi acionado em um jogo aurinegro. Depois de muita demora, o juizão marcou pênalti para o Borussia, mas de nada adiantou. Aubameyang desperdiçou a cobrança. O Augsburg jogou melhor na segunda etapa, mas parou nas defesas de Bürki. No final do jogo, o time da casa ainda quase chegou ao empate, mas Max chutou pra fora.

O Augsburg foi o adversário mais difícil que o Dortmund enfrentou na competição até aqui. Apesar de ter empatado com o Freiburg na 3ª rodada, o time conseguiu um bom resultado fora de casa. O desgaste físico da equipe era previsível em uma sequência de 7 jogos em 21 dias. Com 19 pontos conquistados de 21 pontos possíveis, o time comandado por Peter Bosz é o principal candidato ao título.

Decepção – Hertha Berlim 2 x 2 Bayern de Munique 

Se tem um time que está decepcionando na temporada, esse time é o Bayern. Mais uma vez os bávaros empataram uma partida após abrir 2 a 0. É o terceiro jogo sem vitórias. A fase definitivamente não é nada boa. O Bayern repetiu o feito da rodada 6, como se fosse um déjà vu. Apesar do empate, o time de Munique ganhou uma posição e está em segundo na competição. Mas sem a vitória, o clube de Munique viu o Borussia abrir 5 pontos de vantagem.

O Bayern não havia feito um início tão ruim desde a temporada 2010/2011, quando o Dortmund ficou com o título nacional. A grandeza do time da Baviera não permite essa serie de resultados ruins. O elenco já não é o mesmo. Nem com a volta dos principais jogadores, inexplicavelmente, barrados contra o PSG, o Bayern conseguiu a vitória. E não são quaisquer jogadores: são caras que jogariam em qualquer equipe do mundo, como Robben, Ribéry, Hummels e Boateng.

Sim, Carlo Ancelotti não os escalou diante do Paris.

O time de Munique até iniciou melhor a partida. Aos 10 minutos, Hummels – um dos jogadores barrados – abriu o placar finalizando de cabeça, em um cruzamento de Boateng – que também estava barrado. Aos 16 minutos, o árbitro marcou um pênalti para o time de Berlim, mas após consultar o árbitro de vídeo, ele voltou o lance. E é incrível como Ulreich não passa 10% da confiança que Neuer passava.

ribery-lesionado-contra-hertha

A fase não é boa: Ribéry deixou o gramado lesionado. (Foto: Divulgação/Hertha Berlin)

No segundo tempo, os times voltaram com a mesma formação da etapa inicial. Aos 4 minutos, Boateng, em dia de garçom, lançou para Lewandowski, que marcou o segundo gol da partida. Daí para a frente foi só teste para o coração. Aos 6 minutos, em boa jogada de Haraguchi, Duda diminui o placar. E não demorou muito para o empate: aos 11, Kalou marcou o gol do time da casa. Em falha de Tolisso, o marfinense fechou o placar. Com o gol que igualou tudo, o Bayern acusou o golpe. E a vitória não veio.

Foi a primeira partida sem Ancelotti, demitido na última partida após a derrota de 3 a 0 para o PSG pela Champions League. Com técnico interino, Willy Sagnol – que não deve ficar por muito tempo – os bávaros vão se complicando na briga pela taça. Thomas Tuchel é o favorito para assumir. Ex-treinador do Dortmund, Tuchel foi campeão da Copa da Alemanha e é um excelente nome para a sequência do ano.

Asas para voar – Colônia 1 x 2 RB Leipzig

O Leipzig venceu mais uma e alcança a 4ª colocação da Bundesliga. Dessa vez, o time bateu o Colônia. Aliás, o único time dos que estão no topo que não venceu o Colônia – até aqui – foi o Hannover, que está na 5ª posição. E o RB chegou ao G4 depois de uma campanha irregular. As duas vitórias seguidas foram essenciais para a volta por cima na Bundesliga.

O time visitante abriu o placar com Klostermann, aos 29 minutos do primeiro tempo. No segundo tempo, aos 34 minutos, o camisa 9 do Leipzig, Poulsen, ampliou o placar. Um pouco depois, aos 37, o Colônia diminui com Osako.

chute-poulsen-para-gol-contra-colonia

O Leipzig está chegando (Foto: Divulgação/RB Leipzig)

Na Champions League, assim como o Dortmund, o Leipzig ainda tenta a primeira vitória. O time empatou a primeira partida com o Mônaco e perdeu a segunda contra o Besiktas. O próximo jogo será contra o Porto.

Na quarta vitória do Leipzig na Bundesliga, o time alcançou a quarta posição. Com 4 triunfos, 1 empate e 2 derrotas, o time vem montando sua boa campanha na competição, aos poucos. Já o Colônia, que só marcou 1 ponto no total, é o último colocado da Bundesliga.

Dois chucrutes (Xuaistai e Candira) e a conta: o resumão da rodada

Borussia Mönchengladbach 2 x 1 Hannover – O Hannover ocupa a 5ª posição do campeonato. O time, que já não vence há 4 partidas no campeonato alemão, começou a campanha muito bem, mas agora cai aos poucos. Já o Gladbach, após a derrota de 6 a 1 para o Dortmund, voltou a vencer e ganhou 2 posições na tabela, agora em sétimo. O time colou na vaga da classificação para a Liga Europa. E todos os gols da partida aconteceram no segundo tempo: o Borussia abriu o placar com Ginter, aos 22 minutos e Harnik empatou para o Hannover aos 26. No final do jogo, nos acréscimos, o Gladbach faz o gol da vitória com Hazard.

Freiburg 3 x 2 Hoffenheim – O Freiburg conseguiu a sua primeira vitória do campeonato em cima do Hoffenheim, que briga na parte de cima da tabela. A vitória rendeu a saída da zona de rebaixamento. O time chegou a 7 pontos no campeonato, enquanto o Hoffenheim perdeu a segunda colocação para o Bayern de Munique. O time faz uma bela campanha na Bundesliga e está em 3º. Em uma partida com muitos gols, o Hoffenheim abriu o placar com Robin Hack aos 14 do primeiro tempo. Um minuto depois, o Freiburg empatou a partida com Florian Niederlechner. Três minutos mais tarde, o Freiburg virou o placar com Caglar Söyüncü. No segundo tempo, Pascal Stenzel ampliou para o time da casa, aos 42. Nos acréscimos, o Hoffenheim descontou com Pavel Kaderabek.

 

 

 

FacebookTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare
Matheus Quintan

Matheus Quintan

Estudante de Mídia, apaixonado por esportes. Tentou ser jogador, infelizmente, a habilidade não deixou. Acredita que sabe jogar FIFA e futevôlei. Sangue rubro-negro, sonha em viver do futebol.



Related Articles

Leipzig: o Leicester Way of Life?

Imagem emblemática como a temporada em Leipzig: time unido, placar expressivo ao fundo, mas muito campo para correr pela frente

UCL: rodada difícil para os alemães na Champions

Estrela do Leipzig, Timo Werner, sofreu a pressão da torcida do Besiktas, não suportou e pediu substituição (Foto: Divulgação) A

Cinco motivos para apostar na iminente queda do Hamburgo

O relógio do HSV está (mais uma vez) próximo do zero (Foto: ESPN) Com um elenco limitado e com péssimas

No comments

Write a comment
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write a Comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*

error: Couteúdo protegido