Breaking News

  • No posts were found

UCL: rodada difícil para os alemães na Champions

UCL: rodada difícil para os alemães na Champions
FacebookTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare

Estrela do Leipzig, Timo Werner, sofreu a pressão da torcida do Besiktas, não suportou e pediu substituição (Foto: Divulgação)

A segunda rodada da Liga dos Campeões não foi boa para os alemães: os 3 times perderam suas partidas; o que podemos esperar dos alemães na Champions? 

1ª Derrota: Borussia Dortmund 1×3 Real Madrid

O Real Madrid foi superior e venceu o Borussia diante da Muralha Amarela – em Dortmund. Em uma partida equilibrada, os madrilenhos souberam aproveitar melhor as oportunidades para vencer a partida. O nome do jogo foi, mais uma vez, Cristiano Ronaldo, que marcou duas vezes. O gajo tentará conduzir o Madrid à mais uma Orelhuda.

O histórico de confrontos entre as equipes é equilibrado,: ambos enfrentaram-se 11 vezes, com 4 vitórias dos madridistas, 4 empates e 3 vitórias do auri-negro. E a partida fez jus ao histórico. Os dois times tiveram chances de definir, mas a qualidade dos jogadores do Real Madrid foi essencial para o resultado final. O time do rei alcançou a quinta vitória no duelo.

Que Cristiano Ronaldo é chato, disso todos já sabem. E em seu jogo de número 400 pelo Real ele brilhou mais uma vez. No primeiro tempo, o maior artilheiro da história do Real Madrid não apareceu muito. O mesmo não pode se dizer de Bale, que, em belo lançamento de Carvajal, marcou um golaço. Antes, quando o jogo estava empatado, Sérgio Ramos fez uma “ótima defesa” para o time espanhol. Sim, o jogador tirou com a mão dentro da área e nada foi marcado. Poderia ter mudado a partida.

Cristiano Ronaldo marcou 2 gols na partida. (Foto: Getty Images)

No segundo tempo, logo no início, Cristiano Ronaldo fez o segundo gol no jogo; Bale cruzou rasteiro e Ronaldo fez o que faz de melhor: marcou. Aubameyang, aos 8 minutos, recebeu cruzamento de Philipp e venceu Sérgio Ramos no alto para diminuir o placar. Chegando ao fim da partida, em posição duvidosa, Cristiano Ronaldo anotou seu segundo e decretou o placar.

O sistema defensivo do Dortmund estava perdido em campo. Sokratis e Toprak mostraram não ter capacidade de marcar um ataque rápido com qualidade. Os laterais, que tanto apoiam, também não foram bem na partida. Sobre Sahin: o que ele estava fazendo em campo? Merece algumas aulas com Casemiro. Aparentemente, os únicos que não sofreram a pressão da partida foram Yarmolenko, Castro, Götze e Aubameyang. A saudade de Marco Reus só aumenta nessas horas.

O Borussia vinha de boas atuações na Bundesliga, mas provou que isso não pode ser parâmetro nenhum para a UEFA Champions League. O líder da competição nacional não conseguiu mostrar sua força diante da sua torcida.

É claro que o Dortmund enfrentou um dos principais candidatos ao título, mas o time não pode se comportar assim dentro de casa.

A situação do Borussia fica cada vez mais difícil, o time perdeu a segunda partida na competição e tem a missão mais difícil entre os times alemães. O Tottenham venceu o APOEL no outro confronto da chave e abriu 6 pontos de diferença para time alemão, empatado em pontos com o Real. O Borussia tem a obrigação de vencer as duas partidas contra o APOEL, para pensar em classificação. O grupo H é um dos grupos mais fortes da competição e a missão não será nada fácil.

2ª Derrota: Besiktas 2×0 RB Leipzig

O Leipzig que fez um ótima campanha na última Bundesliga, terminando a competição como vice-campeã, com 67 pontos. Nesta temporada, no entanto, ainda não mostrou a força que levou o time à Champions. Na primeira partida pela competição, o Leipzig empatou com o Monaco – e, com 1 ponto, a situação é mais favorável que a do Borussia. Ajuda ainda o fato do grupo ser tecnicamente mais fraco. Se mostrar o futebol que jogou no último ano, a missão não é tão impossível.

Fora de casa, o time sentiu a pressão da torcida do Besiktas. O barulho era tão intenso que Werner – um dos principais jogadores do RB Leipzig – não aguentou. O atleta tentou usar algodões para diminuir os ruídos mas não foi o suficiente. O jogador, que sofre de um problema crônico de vertigem, ficou atordoado e pediu substituição.

Werner não aguentou e pediu substituição (Foto: Getty Contributor)

Os dois gols da partida aconteceram no primeiro tempo – o primeiro aos 11 minutos, quando Ryan Babel finalizou com a perna esquerda e abriu o placar para os turcos. O segundo gol foi de um brasileiro. Aos 43, Anderson Talisca recebeu cruzamento de Quaresma e fez o segundo gol da partida.

O Besiktas jogou melhor e mereceu a vitória. Com a vitória, o time turco disparou na liderança com 6 pontos. No outro jogo do grupo G, o Porto venceu o Monaco por 3 a 0 e por enquanto é segundo colocado.

Com a derrota, os Red Bulls ficaram na última colocação, mas ainda há esperança. O próximo jogo contra o Porto é importantíssimo para manter o Leipizg vivo na competição

3ª Derrota: PSG 3×0 Bayern de Munique

Que saudade do meu Bayern de 2013 com Schweinsteiger, Neuer, Lahm…

Enfim, o time da Baviera que serviu de base para a seleção alemã campeã do mundo em 2014 não existe mais. A classificação é obrigação para o time de Munique – afinal, é o time que tem a missão mais fácil e o elenco mais forte. A torcida bávara não está nem um pouco satisfeita com o desempenho da equipe no início da temporada.

O Paris foi superior durante todo o jogo todo, e logo no início abriu o placar em belíssima jogada de Neymar, que rabiscou a defesa do Bayern (parecia a do Flamengo no emblemático 5×4 na Vila Belmiro) e tocou para Daniel Alves soltar uma bomba e abrir o placar. Detalhe: havia nem dois minutos de partida.

O Bayern até conseguiu chegar ao ataque com Lewandowski e Müller, mas a dupla não foi suficiente para furar a defesa francesa. O segundo gol do Paris Saint-Germain veio aos 31 minutos de jogo: Mbappé fez boa jogada e tocou para que o uruguaio acertasse no ângulo. Um golaço! Sem chances para Ulreich.

Cavani brilhou na vitória do PSG. (Foto: Getty Images)

A superioridade do PSG foi marcante no segundo tempo. O time foi muito consistente na parte defensiva – e na frente, Neymar, Mbappé e companhia deram show de futebol. Os franceses mereceram a vitória e, depois desse jogo, podemos apontar um novo candidato ao título. O Paris ainda chegou ao terceiro gol com Neymar, após o goleiro ter cedido rebote em chute de Mbappé.

Ao final do jogo teve até gritos de “olé”.

Com esse resultado, o Bayern fica em segundo, com 3 pontos; o Celtic aparece em terceiro; e o Anderlecht é o último colocado do grupo B.

Atendendo aos anseios de grande parte da torcida, Carlo Ancelotti caiu. Entre as críticas mais fortes estava fazer rodízio de elenco em jogo de Champions League. Parece que os “modernismos” perderam espaço e o técnico escolhido para comandar o Bayer terá um perfil mais “duro”. Será que voltaremos a ver o time de Munique brigando por títulos nessa temporada?

 

 

 

FacebookTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare
Matheus Quintan

Matheus Quintan

Estudante de Mídia, apaixonado por esportes. Tentou ser jogador, infelizmente, a habilidade não deixou. Acredita que sabe jogar FIFA e futevôlei. Sangue rubro-negro, sonha em viver do futebol.



Related Articles

Sete atos em Munique: Como o Bayern sucumbiu diante da inteligência do Real Madrid de Zidane

Foto: Sven Hoppe (AP) A equipe bávara começou melhor e teve a chance de matar o confronto na ida, mas

Alívio na Baviera, frustração em Leipzig: a 30ª rodada da Bundesliga

Mais uma vez abaixo das expectativas, Bayern de Ancelotti fica no empate com Mainz (Foto: Reuters) Após eliminação para o

Bundesliga – Rodada 7: déjà vu alemão

Kagawa marcou o segundo gol do Dortmund na partida (Foto: Divulgação/BVB) Outra vitória do Dortmund e outro empate do Bayern:

No comments

Write a comment
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write a Comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*

error: Couteúdo protegido