Tiki-Taka: a 1ª vez do Metropolitano

Tiki-Taka: a 1ª vez do Metropolitano
FacebookLinkedInTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare

Uma nova história teve seu primeiro capítulo no sábado. Quanta emoção o Metropolitano reserva para o Atleti? (Foto: Divulgação/Atlético de Madrid)

Atlético estreia oficialmente no novo estádio; Real Madrid ganha no Anoeta; e Barcelona vence com ajuda de Paulinho, mas perde Dembelé

Na quarta rodada da mais estrelada liga da Europa, o Atlético de Madrid estreou em seu novo estádio com uma vitória, o Real Madrid terminou com o 100% da Real Sociedad e o Barcelona venceu nos últimos de minutos com gol de Paulinho, mas perdeu Dembelé até o meio da temporada. Acompanhe com a RISE:

Atlético de Madrid 1×0 Málaga – Adeus Calderón, olá Metropolitano!

Antes do apito inicial no novo estádio, o que se viu foi uma verdadeira festa nas arquibancadas do Metropolitano. Colchoneros de todos os tamanhos e idades cantavam o hino do clube e balançavam animados bandeiras vermelhas e brancas. No campo, a festa chegou a perigar não ser completa, mas Griezmann apareceu para alegrar a noite dos torcedores presentes.

A partida não teve muitas emoções no primeiro tempo, muito por conta de uma intensa entrega defensiva do Málaga – motivado a estragar um pouquinho a festa rojiblanca. Entre os principais destaques, Correa mandou pro espaço uma bola mal rebatida pela zaga malaguenha aos 10′. O Málaga respondeu aos 36′: durante um contra-ataque muito bem armado desde o campo de defesa, Oblak frustrou a tentativa de Bastón. Mas o arqueiro acabou por ceder o rebote, e então Recio chutou para outra defesa do goleirão. O placar foi ao intervalo zerado.

No segundo tempo, finalmente saiu o gol: aos 60′, Correa pegou bola pela direita e deu um drible humilhante em Ricca, deixando seu marcador no chão perdido no gingado; o meia avançou e cruzou para a área, onde Griezmann concluiu com um chutaço para abrir 1×0 para o Atleti. Antoine não foi o mais festejado pela torcida na estreia do Metropolitano – e sim Torres -, mas ainda sim é um ídolo recente e de grande importância no clube. O primeiro da história do Wanda Metropolitano.

Festa completa no novo estádio colchonero, que, pelo que parece, continuará embalando os atleticanos com sua pulsação. Assim como era no velho Vicente Calderón.

Getafe 1×2 Barcelona – Calando os haters

paulinho-barcelona-x-getafe

O primeiro – e salvador – gol de Paulinho para o Barcelona (Foto: Divulgação/Barcelona)

Eu, você, o mundo inteiro – menos Tite – duvidamos da contratação de Paulinho pelo Barcelona – muito porque o estilo do jogador difere um tanto do que estamos acostumados a ver no clube blaugrana. Mas o volante da seleção correspondeu e deu a vitória ao Barcelona. Mas calma paulinetes, ainda era o Getafe.

O jogo começou complicado para o Barcelona, sem alívio por parte do Getafe – que ameaçava. Os menos cotados para vencer chegaram perto de marcar aos 16′, em bola que por centímetros Molina não empurrou para a rede. Se já estava difícil para os culés, ficou ainda mais complicado quando Dembelé precisou ser substituído por sentir a coxa. A previsão de retorno da segunda maior contratação da história está previsto apenas para janeiro.

As coisas se complicariam de vez quando, aos 38′, Sergi Roberto cortou mal uma cobrança de falta para a área e Gaku Shinbazaki pegou de primeira da entrada da grande área, para mandar no ângulo do goleirão Stegen. Golaço: Getafe 1×0. Antes do intervalo, ainda teve tempo para o goleiro Guaita ir buscar no ângulo uma cobrança de falta de Lionel Messi.

A partir do segundo tempo, as mexidas de Valverde seriam fulcrais para a vitória do Barcelona. A primeira: Denis Suárez ingressou no lugar de Iniesta ainda no intervalo e faria aos 61′ o gol do empate. Sergi Roberto brigou com a defesa azulone e rolou para o meio da área, onde Suárez dominou e chutou bonito no ângulo de Gaita. Tudo igual na partida, 1×1.

Apesar de ter levado o gol, o Getafe não se abateu e teve duas boas chances de passar à frente no placar, com Jimenez – mas ambas desperdiçadas. O Barcelona se complicava. E foi aí que Paulinho – que entrou no lugar de Rakitic aos 76′ – veio ao seu socorro: aos 83′ , Messi trouxe a bola da direita  para dentro e achou o volante brasileiro com um passe sensacional. Paulinho recebeu, ganhou do zagueiro no corpo e finalizou.

Gol para manter o 100% de aproveitamento culé. E para calar momentaneamente os haters.

Real Sociedad 1×3 Real Madrid – O brilho do Mayoral

borja-mayoral-comemoracao-real-madrid-x-real-sociedad

Borja, o Mayoral (Foto: Divulgação/Real Madrid)

No confronto dos dois times de realeza, deu a equipe da capital. Mesmo sofrendo sérios desfalques, como Marcelo (suspenso), Kroos e Benzema (machucados) e Cristiano Ronaldo, a equipe madrilenha conseguiu vencer uma Real Sociedad de 3 vitórias em 3 jogos, em um dos campos mais difíceis da Espanha.

Com Benzema fora, Borja Mayoral ganhou sua primeira chance como titular na equipe blanca. E não decepcionou. Aos 18′, após escanteio cortado pela defesa basca, Casemiro apanhou sobra e levantou na área; Ramos dominou e tentou emendar de bicicleta, mas foi segurado na área e caiu. Nem deu tempo de pedir pênalti, pois a bola sobrou para Mayoral finalizar pro gol. Foi o 73º jogo seguido do Madrid marcando gols, igualando o feito do Santos de Pelé.

Mas o empate não tardaria. Aos 28′, Canales cruzou aberto da direita e Rodriguez – livre, leve e solto – bateu de prima para o gol. Dava para defender, mas Navas aceitou – bola por baixo do braço do costa-riquenho. Tudo igual no placar. O jogo ainda parou logo depois para o atendimento de um jornalista que se acidentou no fosso do estádio.

Quando tudo retornou, logo após a Sociedad mandar uma bola no travessão com Rodriguez – quase uma repeteco do gol, mas com Navas tocando certo na bola -, o Real Madrid retomaria a vantagem no placar. Aos 35′, na sequência deste lance, a defesa do Madrid lançou bola ao ataque; Mayoral disputou com Llorente, ganhou, acelerou, se enroscou com a bola, mas se redimiu cruzando para a área – local onde Kévin Rodrigues acabou empurrando contra o próprio patrimônio.

No segundo tempo, o Madrid daria números finais à partida com um golaço de Bale. Varane ganhou bola na defesa e lançou Isco pelo meio, que mesmo marcado arranjou um lançamento de 40m para Bale ganhar espetacularmente na corrida – relembrando os velhos tempos; e aí foi só dar uma cavadinha por cima do goleiro Rulli. Placar final: Sociedad 1×3 Madrid.

Mesmo com a vitória, o Real Madrid continua atrás da própria Real Sociedad na tabela.

Tiki-taka (resumo da rodada):

Levante 1×1 Valencia: no Ciutat de Valencia, o derby entre o primo pobre e o primo rico terminou empatado. O atacante Rodrigo Moreno abriu o placar para o Valencia aos 31′ do 1º tempo. Ainda na primeira etapa, o goleirão do Levante quase entregou a paçoca, espalmando a bola na cabeça do centroavante adversário; mas se recuperou na sequência e fez grande defesa. O jogo se definiu ainda na primeira etapa. O time da casa chegou ao empate aos 41′: bola alçada na área na direita; a zaga valenciana afastou mal e o camisa 10, Enis Bardhi, matou a criança no peito e bateu de primeira – sem defesa para o goleiro adversário. O gol deu números finais à partida.

Betis 2×1 Deportivo La Coruña

Girona 0x1 Sevilla

Las Palmas 1×0 Athletic

FacebookLinkedInTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare
Matheus Wesley

Matheus Wesley

Aspirante a jornalista e apaixonado por futebol onde se parlla e onde se habla. Fã de tática e da história desse esporte incrível. Considera Zizou a síntese do “jogo bonito” e acha os desarmes de Cannavaro, Baresi e Maldini uma obra-prima tão bela quanto qualquer gol. Twitter: @Matheus11Wesley



Related Articles

Curvem-se aos reis da Europa – Juventus 1 x 4 Real Madrid

Marcelo e Ramos comemorando em Cibeles (Foto: Real Madrid/divulgação) Juventus até equilibra o jogo no primeiro tempo, mas é varrida

Tiki-taka: o melhor português de La Liga

Gonçalo Guedes vem impressionando nesse início de La Liga. (Foto: divulgação/La Liga)  Valencia goleia Sevilla e continua como vice, Barcelona

Tiki-Taka: a hora de entrar em rehab

Madrid venceu com ajuda do garoto Dani Ceballos (Foto: Divulgação/AS) Real Madrid volta a vencer e entra na rehab; Barcelona

No comments

Write a comment
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write a Comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*

error: Couteúdo protegido