Tiki-Taka: goleadas e tropeços

Tiki-Taka: goleadas e tropeços
FacebookLinkedInTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare

O rei de Barcelona abraça o seu novo (e caro) cavaleiro (Foto: Divulgação/Barcelona).

Barcelona goleia no dérbi da Catalunha e Real Madrid tropeça; Real Sociedad chega a sua terceira vitória e o Sevilla vence o Eibar em casa

Na terceira rodada de La Liga, o Barcelona continua com seu bom início de campeonato goleando o seu rival citadino Espanyol, com a estreia do jovem Dembelé; O Madrid tropeçou em casa empatando com o Levante; o Sevilla venceu o Eibar com a ajuda de um goldo brasileiro Ganso e os bascos da Real Sociedad continuam 100%. Acompanhe com a RISE:

Jogo 1: o espetacular Lionel Messi (Barcelona 5 x 0 Espanyol)

Foi se o tempo em que o Espanyol conseguia sonhar em vencer o Barcelona. Hoje o máximo que os blanquiazules podem fazer é tentar evitar uma goleada. Mas com um Messi on fire, isso é quase impossível.

O Barcelona teve o controle do jogo desde o início, mas sentia certa dificuldade em furar a defesa do rival. Mas isso até os 25, quando ele apareceu: Rakitic recebeu bola perto da entrada da área e achou Lionel – mesmo estando em posição duvidosa – dentro da grande área. O camisa 10 recebeu, deu uma finta bonita na marcação e chutou no ângulo. Golaço à la Messi. Barcelona 1×0.

O segundo viria dez minutos depois: após bate e rebate na área, Alba cruzou para a área e Lionel se antecipou a marcação, empurrando para as redes. Barcelona 2×0. Os blaugranas continuaram a criar chances, mas pecavam na hora de finalizar. Até mesmo o Espanyol teve uma chance, com Piatti mandando uma bola na trave após disputa na área. Mas o placar foi ao intervalo sem se alterar mais, dando vantagem de dois gols ao Barcelona.

No segundo tempo, o Barcelona continuou a criar chances mas também continuava a as desperdiçar. Isso deu algum ânimo ao Espanyol, que teve duas boas chances de diminuir com Piatti, que perdeu as duas.

Mas o terceiro gol não demoraria mais: aos 66′, Suarez recebeu bola dentro da área para disputar com os zagueiros, sem espaço, tocou para Alba na esquerda. O lateral passou de primeira para Messi, que também de primeira mandou para o gol. Barcelona 3×0, para completar a tripleta do argentino. Logo após o gol, Dembelé, nova e badalada contratação barcelonista, entrou em campo para fazer sua estreia e ainda teria uma participação importante no jogo.

Mas antes, aos 86′, Piqué fez o 4×0 após subir mais alto que seu marcador para cabecear escanteio cobrado da esquerda. O quinto veio com assistência do estreante da noite, Dembelé: o francês recebeu belo passe de André Gomes na direita e cruzou de primeira para Suárez emendar pro gol. Manita culé no Camp Nou.

O Barcelona agora se foca no confronto contra a Juventus pela fase de grupos da Champions League. Após começar a temporada desacreditado, o Barcelona chega a sua terceira vitória consecutiva com a ajuda de um Messi recuperando a ótima fase, com 5 gols em 3 jogos da Liga.  Além dele, Rakitic vem recuperando a forma e Semedo toma conta da lateral direita. E ainda tem Dembelé começando a se entrosar…

Jogo 2: um Levante histórico (Real Madrid 1 x 1 Levante)

comemoração-lucas-vazquez-contra-levante

Lucas Vázquez comemorando o surpreendente empate (Foto: Divulgação/Real Madrid).

Um jogo em casa, contra um time recém-subido da Liga Adelante – segunda divisão espanhola – e sem nenhum desfalque, fora o suspenso Cristiano Ronaldo. O cenário parecia perfeito para uma tranquila vitória merengue. E até mesmo o técnico Zinedine Zidane parecia certo disso, levando a campo um time mais alternativo com as entradas de Kiko Casilla no gol, Theo Hernandéz na lateral, Llorente na cabeça de área e Lucas Vásquez, Asensio e Marcelo fazendo o trio de meias ofensivos atrás de Benzema. Mas o Levante não se intimidou e conseguiu um resultado histórico.

E o gol dos morcegos sairia logo cedo, aos 11′: Ivan Peña cobrou lateral para a área e a defesa do Madrid ficou perdida, deixando Ivi livre para finalizar. Mesmo pegando mal na bola, ela subiu, enganou Carvajal e voltou para chutar Ivi novamente. Placar aberto no Bernabéu com 0x1 Levante.

O Real Madrid, obviamente, se lançou ao ataque. Contudo, esbarrava na sua posse de bola estéril, que não penetrava na defesa do Levante. E quando conseguia furar a defesa, escorregava nas finalizações. Mas, ainda assim, chegaria ao empate: aos 35′, Kroos cobrou escanteio da esquerda e Ramos, se apoiando num zagueiro, cabeceou bonito. O goleiro Raúl Fernández defendeu e Vázquez, no rebote, tocou para o gol.

O que se seguiu foi um Real Madrid se lançando todo ao ataque, usando – e abusando – principalmente da bola aérea. Entretanto, os merengues esbarraram numa atuação esplendorosa de Raúl Fernández, defendendo até com o pensamento. O que era quase literal visto que, mesmo quando o batiam, o goleirão via a bola não ir para o gol por centímetros, como na cabeçada de Bale, que entrou no lugar de Benzema, contundido.

O Real Madrid ainda perderia Marcelo, expulso por agredir Lerma após se enrascar com o meia e não conseguiria chegar a virada. Com isso, o Levante chegando ao histórico feito de ser o primeiro clube em 10 anos a conseguir pontuar no Bernabéu como um recém-ascendido da segunda divisão. O último time a conseguir o feito tinha sido justamente o Levante, só que com uma vitória. Também é a primeira vez na história que os dois principais clubes valencianos – o próprio Levante e o Valencia – conseguem pontuar no Bernabéu numa mesma temporada.

Um Levante histórico. E um decepcionante Real Madrid.

Jogo 3: até quando dura? (Deportivo La Coruña 2 x 4 Real Sociedad)

dividida-jogadores-real-sociedad-e-la-coruna

A Real Sociedad não se intimidou com o Riazor e venceu para chegar a sua terceira vitória em 3 partidas (Imagem: Divulgação/Real Sociedad).

A Real Sociedad dá continuidade ao seu excelente início de temporada, agora vencendo o Deportivo no Riazor e sendo ao lado do Barcelona o único time que ainda mantêm 100% de aproveitamento no campeonato.

A Real abriu o placar logo aos 2′: após cobrança de falta rápida, Xabi Pietro deu bonito lançamento para Juanmi chutar de primeira para o gol; era o 0x1. O segundo viria logo em seguida, aos 3′ após bola rebatida pela defesa do Deportivo, Illarramendi mandou um balaço de primeira no canto do goleiro; Sociedad 0x2. O Deportivo diminuiria aos 26′ com Adrian, finalizando bonito de primeira após lançamento do meio de campo.

No segundo tempo, os donos da casa chegariam ao empate com Andone finalizando livre na área, após Adrian tocar de cabeça após cruzamento. Tudo igual no Riazor. A igualdade permaneceria até os 82′, com Diego Llorente desviando para a meta após escanteio da direita e cabeçada para a frente do gol. Três minutos depois, os txuri-urdin ampliariam com Illaramendi fazendo bonita jogada, partindo da direita, cortando 3 jogadores e chutando no canto direito do goleiro. Real Sociedad 2×4.

Com um início perfeito, a Real Sociedad só não é líder porque perde no saldo de gols para o Barcelona. Obviamente, falar em título para os bascos a essa altura está fora de cogitação. Até porque naturalmente Madrid, Barcelona e Atlético irão demonstrar a força dos seus elencos no campeonato e a Real provavelmente não aguentará o tranco. Entretanto, sonhar em brigar por uma vaga na UCL pode ser mais palpável. Mas a disputa ainda assim será muito acirrada, com equipes como Sevilla, Valencia, Villarreal e os rivais do Athletic entre os concorrentes.

Jogo 4: o vôo do Ganso – Sevilla 3 x 0 Eibar

jogadores-sevilla-comemorando-gol

As bonitas jogadas coletivas foram o destaque da partida do Sevilla (Foto: Divulgação/Sevilla).

O brasileiro Ganso – após uma primeira temporada um tanto quanto decepcionante – vem tentando dar a volta por cima com o Sevilla, aproveitando a ausência de Banega para conseguir seus minutos em campo. E com jogos entrando de titular, ele vem abraçando suas chances de forma satisfatória.

O primeiro gol sairia só aos 49′, com o já citado Ganso tocando para o gol após cruzamento de Nolito. O segundo viria aos 75′ com Ben Yedder completando para o gol cruzamento de Sarábia, após boa trama coletiva dos rojiblancos. Mas a pintura do dia viria no terceiro gol: Sarabia passou de calcanhar para Corchia, que avançou para a área e centrou para o gol de Nolito. Sevilla 3×0.

O Sevilla chega a 7 pontos e parece que vai brigar forte pela vaga na Champions League. O clube possui um plantel com jogadores de passagens pela seleção espanhola, como Nolito e Jesús Navas, além de Banega titular da Argentina. Isso tudo nas mãos do bom técnico Eduardo Berrizzo. Após o 4º lugar com Sampaoli, é esperar para saber até onde o Sevilla vai alçar vôos nessa temporada.

Outros resultados da rodada: 

Leganés 1 x 2 Getafe

Valencia 0 x 0 Atlético de Madrid

Athletic Bilbao 2 x 0 Girona

Celta de Vigo 1 x 0 Alavés

Villarreal 3 x 1 Real Bétis

Málaga 1 x 3 Las Palmas

FacebookLinkedInTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare
Matheus Wesley

Matheus Wesley

Aspirante a jornalista e apaixonado por futebol onde se parlla e onde se habla. Fã de tática e da história desse esporte incrível. Considera Zizou a síntese do “jogo bonito” e acha os desarmes de Cannavaro, Baresi e Maldini uma obra-prima tão bela quanto qualquer gol. Twitter: @Matheus11Wesley



Related Articles

O maior terror dos colchoneros

Foto: Real Madrid/ divulgação Real Madrid passeia em cima de um Atlético de Madrid apático, em noite iluminada de Cristiano

Supercopa de España: são tantas emoções

Noite inesquecível para CR7: sete minutos em campo; um golaço e uma expulsão (Foto: Divulgação/Sqawka -Twitter) Golaços, expulsões e polêmicas

Champions League – Espelho, espelho meu

Atlético e Leicester jogaram em busca de vantagem para a partida da próxima terça-feira, na Inglaterra, valendo vaga nas semifinais (Foto:

No comments

Write a comment
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write a Comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*

error: Couteúdo protegido