Com ou sem Luan, o Grêmio é copeiro

Com ou sem Luan, o Grêmio é copeiro

Luan estaria perto da Europa. Foi mesmo uma despedida? (Foto: Lucas Uebel/Grêmio, DVG).

Vai ou não vai? Em meio às especulações envolvendo Luan, Grêmio bate o Godoy Cruz de virada e vai às quartas da Libertadores

Deu a lógica no confronto entre Grêmio e Godoy Cruz. Em jogo válido pela perna de volta das oitavas-de-final da Copa Libertadores da América. Apesar do susto, que foi o gol de Javier Correa, o Imortal Tricolor aproveitou o recuo dos rivais argentinos, que se satisfizeram com o placar, jogou o futebol que está habituado e acabou superando o adversário sem maiores dificuldades.

Pedro Rocha rouba a cena

Logo nos primeiros minutos, uma blitz do Godoy Cruz obrigou o goleiro Marcelo Gröhe e fazer pelo menos duas defesas. O início do jogo parecia mais complicado do que o torcedor gremista imaginava. Mas após o resultado positivo de 1×0 obtido em Mendoza, era esperado que o time argentino tomasse as rédeas do jogo.

Jogando fora de sua característica original – ter a bola nos pés – o Grêmio, precisou esperar o Godoy Cruz. Mas não deu certo e o Imortal parecia um pouco perdido. E então o revés aconteceu. Num lance que geralmente levaria pouco perigo, o atacante Javier Correa acertou um belo chute de fora da área. Alguns chegaram a dizer que Marcelo Gröhe estava adiantado. Mas no futebol de hoje, um goleiro que fica apenas debaixo das traves não faz o trabalho completo. Absolvido.

gremio x godoy cruz

Anota aí! Mais dois pro caderninho do Seu Jessé (Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação).

O Grêmio precisava voltar para o jogo. Atrás no placar, a equipe de Renato Gaúcho teve que acalmar os ânimos e colocar a bola no chão. E dentro de suas características, não havia outra possibilidade de resultado que não a vitória. E ela veio. E quem trouxe foi Pedro Rocha.

Nome de craque o garoto sempre teve – o mesmo do meia uruguaio que desfilou seu talento em campos brasileiros na década de 80. E tudo isso graças a seu Jessé, pai do jogador – que sempre carrega um caderno para anotar os gols do filho, daí a comemoração. E Pedro Rocha – o gremista – evolui a olhos vistos. Ontem, ele, que está mais acostumado a ser driblador e passador, roubou a cena e foi o homem gol. Esteve no lugar certo e na hora certa para garantir a vitória e a classificação do Grêmio.

gremio x godoy cruz

Lucas Barrios e Pedro Rocha vêm mostrando que podem dar conta do recado (Foto: Agência Estado).

O filho de seu Jessé já alternava titularidade no ano passado, tendo tido papel fundamental na conquista da Copa do Brasil. Este ano, com as ausências de Douglas e Bolaños – que no início da temporada despontavam como titulares – Pedro Rocha vem mostrando que pode ser o substituto de Luan caso este acerte de vez sua saída do clube. Se não com a mesma expectativa diante da torcida gremista, pela versatilidade em campo. Além disso, tendo jogadores como Lucas Barrios, Everton e do próprio Bolaños – se não for atrapalhado por lesões ou por seu próprio comportamento – como companheiros, não é difícil imaginar o Grêmio forte até o fim do ano.

Luan ontem desconversou sobre a proposta do Spartak, da Rússia, mas o caminho parece ser o de uma iminente saída – como o clima do final da partida de ontem indicava. Bem, com Luan ou sem ele, o Grêmio é sério candidato aos títulos da Taça Libertadores e da Copa do Brasil. Ontem, o Imortal mostrou que continua copeiro. E Pedro Rocha que continua sendo decisivo.

Eduardo Ramos

Eduardo Ramos

Publicitário louco por esporte, em especial o bretão, e praticante de qualquer modalidade - não necessariamente bem. Defende a existência dos Estaduais, mas não levanta a bandeira contra o futebol moderno. Tentou fugir da tarefa de escrever sobre o clube de coração, mas o destino (vulgo necessidade) bateu na porta. Tenta enxergar o jogo por suas diversas nuances - visceral, cultural e mercadológica. Fala de si mesmo na 3ª pessoa. Jornalismo, qualquer dia tamo aí.



Related Articles

From Russia With Love

Créditos da foto: Lucas Figueiredo/CBF Como na saga de 007, na qual tudo dá incrivelmente certo pro lado que torcemos,

Derrota amarga

Abel mexe mal no time e sofre a primeira derrota no Brasileirão (Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC) Fluminense faz um bom

Campanha pela paz: Fogão, a glória é logo ali

A união que faz a força: grupo fechado do Botafogo alcança feitos e mais feitos memoráveis” (Foto: Reprodução/ESPN). Fazendo jus

No comments

Write a comment
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write a Comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*

error: Couteúdo protegido