Bauru vira a série e conquista título inédito do NBB

Bauru vira a série e conquista título inédito do NBB
FacebookLinkedInTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare

Elenco do Bauru comemora título inédito (Foto: Divulgação/NBB)

Após ficar com dois vice-campeonatos seguidos enfrentando o Flamengo, o Bauru conseguiu finalmente o tão sonhado título

Com o apoio da torcida no ginásio Araraquara, no interior paulista, o Bauru fez um segundo tempo dominante e venceu o Paulistano por 92 a 73 na tarde deste sábado (17/06).

Os aspectos das equipes eram diferentes. Recheados de atletas experientes, já campeões do NBB — Jefferson, Valtinho, Shilton, Alex e Gegê — o Bauru queria espantar o fantasma do vice-campeonato. Já o Paulistano, com um time de jovens e promessas buscava concluir uma grande temporada conquistando o título.

Surpreendendo a muitos, o Paulistano saiu na frente na corrida, conseguiu se impor e venceu os dois primeiros jogos. O Segundo, no Ginásio Panela de Pressão, casa do adversário.

Em uma situação de vida ou morte, coube ao Bauru buscar a recuperação. Shilton, Alex Garcia e Léo Meindl foram cruciais nas duas vitórias seguintes que empataram a série e jogaram a pressão para o lado do Paulistano.

Pelo quinto e decisivo jogo, um grande show. A condição de Lucas Dias acabou atrapalhando o time da capital paulista. Porém, o fator decisivo foi a forte defesa dos bauruenses que tiveram um segundo tempo dominante, com shows de Alex Garcia e Léo Meindl. O Brabo ainda recebeu o título de MVP das finais, após alcançar médias de 21 pontos, 6 rebotes e 4 assistências por jogo nas 5 partidas disputadas.

Alex Garcia, MVP das finais, levanta a taça de campeão da temporada 16-17 (Foto: Divulgação/NBB)

O Jogo

Nos primeiros minutos, jogo equilibrado com as duas equipes trocando cestas e trabalhando forte defensivamente. O Paulistano mostrava superioridade e domínio no garrafão, pegando 5 rebotes ofensivos só no primeiro quarto. Do outro lado, Bauru conseguia levar vantagem na marcação e nos contra-ataques conseguiu criar leve diferença no placar (19 a 16).

Os visitantes abusavam das trocas no pick-and-roll, explorando os mismatchs, principalmente com o pivô Renato. Além disso, também tentavam muitas bolas de três pontos. Lucas Dias e Yago erraram duas seguidas, mas na terceira chance Eddy fez a cesta deixando a diferença em apenas um ponto. Todas essas oportunidades criadas graças ao esforço nos rebotes ofensivos (10 contra 2 do Bauru).

Já pelo time da casa, Léo Meindl fazia uma grande exibição, tanto no ataque quanto na defesa. Uma bola de 3 de Jefferson e uma falta em Shilton no mesmo lance, garantiram um ataque de 5 pontos convertidos. Ainda houve tempo para no estouro do cronômetro Gegê cravar outra bola de 3. Placar parcial de 44 a 37.

Na volta do intervalo, o Bauru voltou melhor. Com 11 pontos só nesse período, Alex Garcia liderava sua equipe, não deixando os adversários buscar uma reação. No final, vantagem era de 14 pontos — maior da partida até então.

Pelo último período, o jogo foi totalmente do time da casa. Alex fez valer a indicação ao prêmio de MVP da temporada regular e Shilton teve grande desempenho no garrafão, brigando nos rebotes e pontuando.

Do outro lado, Renato e Eddy iam mantendo o sonho do Paulistano vivo. Os visitantes sentiram muita falta de Lucas Dias, seu principal jogador nos playoffs. O ala sofreu uma torção no tornozelo e saiu machucado no jogo 4. Fora das condições ideais e com 21 minutos em quadra, só acertou uma das 6 tentativas de três pontos que fez. Com poucos minutos restando, o Paulistano tentava marcar no desespero. Mas, nervosos não conseguiam fazer muito. Duas bolas de três seguidas de Léo Meindl deixaram o placar em 82 a 61. A partir daí a torcida da casa já soltava gritos de “É campeão!”. Ainda teve tempo de cânticos de “MVP!” para Alex e outra bola de três pontos de Meindl, que levou o ginásio à loucura. Placar Final 92 a 73. Título inédito e festa garantida.

Destaques

O ala Alex Garcia foi o destaque e o cestinha da partida. Com quase 38 minutos em quadra, o experiente jogador fez 24 pontos — sendo 4 bolas de três — , 5 rebotes e 3 assistências.

O jovem Léo Meindl também foi essencial na vitória. Foram 23 pontos, 6 rebotes e 3 roubos de bola. Shilton foi gigante no garrafão e terminou a partida com um duplo-duplo (16 pontos e 10 rebotes). Completam o time do Bauru: Valtinho — vindo do banco — com 11 pontos e 7 assistências, Jefferson (9 pontos e 12 rebotes) e Gegê (7 pontos e 4 assistências).

Pelo lado do Paulistano, o pivô Renato foi principal jogador com 20 pontos e 7 rebotes. Além dele, Eddy (15 pontos), De Paula (9), Hure (8) e Arthur Pecos (7) foram bem.

A ausência ficou por conta de Lucas Dias, que jogou no sacrifício. O ala tentou bastante, mas visivelmente afetado pela lesão, pouco contribuiu. Com apenas 3 pontos e 16% de aproveitamento nos arremessos.

FacebookLinkedInTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare
Felipe Coelho

Felipe Coelho

Apaixonado por esportes e por redação desde pequeno, demorou a perceber que poderia unir essas duas paixões como forma de viver e se expressar. Se jogou de cabeça relativamente tarde no basquete, mas a partir daí não parou mais. Até se esforça na hora da pelada, mas a habilidade só existe nos videogames mesmo. Nerd de carteirinha, coleciona milhares de horas na Steam. Football Manager player since 2005.



Related Articles

A Evolução do Jogo: A Era dos Armadores

Isiah Thomas e Magic Johnson, dois dos maiores armadores da história do basquete (Foto: Andrew D. Bernstein/NBAE/Getty Images) Nunca houve tempo

Boston Celtics: a melhor campanha da atual temporada

Jogadores do Celtics comemoram lance em partida contra o Los Angeles Lakers (Foto: Brian Babineau/NBAE via Getty Images) Em meio

Sem LeBron, Irving e Love, Cavaliers perdem por 108 a 78 para o Clippers

Foto em destaque: time misto dos Cavs teve péssima atuação diante do Clippers de Blake Griffin. Créditos: Andrew D. Bernstein/NBAE

No comments

Write a comment
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write a Comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*

error: Couteúdo protegido