Wawrinka e Nadal avançam nas semi e decidirão Roland Garros neste domingo

Wawrinka e Nadal avançam nas semi e decidirão Roland Garros neste domingo
FacebookLinkedInTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare

Em jogo alucinante, Wawrinka vence Murray e enfrenta Nadal, que atropelou Thiem, na final de Paris.

Murray x Wawrinka: Suíço vence a batalha

Stan Wawrinka derrota Andy Murray em batalha épica (Foto: AFP)

O que acontece quando o número 1 e o número 3 do mundo se enfrentam numa semifinal de Grand Slam? Em Roland Garros, a quadra Phillipe Cartier se transformou em uma verdadeira arena, onde o inglês Andy Murray e o suíço Stanislas Wawrinka duelaram em uma batalha de 4 horas e meia, no que foi o melhor jogo da competição até aqui.

O primeiro set já dava o tom do que seria o jogo.  Após 71 minutos de intensidade e muito equilíbrio, Wawrinka, que até então não tinha perdido nenhum set no campeonato, experimentou o sabor da derrota pela primeira vez em Paris, após um 8-6 no tie break para Murray, que fechou o set em 7-6.

No segundo set o suíço jogava melhor, mas tinha muitos erros não forçados. Sua impaciência com os próprios erros aumentava com as provocações de Murray, que gritava na hora certa após os pontos mais difíceis para desestabilizar seu adversário. O inglês adotou uma tática mais agressiva também no seu jogo, mas quando subia à rede levava passadas de Stan, que exibiu um backhand impecável.

Com o passar do set, Wawrinka se concentrou e passou a errar menos, quebrando o serviço de Murray no sétimo game e, com dificuldades, confirmando a quebra no oitavo. Com 5-3 no placar e jogando mais solto, Stan conseguiu a segunda quebra consecutiva para fechar o segundo set em 6-3 e empatar a partida.

Mas o ponto alto do jogo ficou por conta do terceiro set. Embalado pelo bom final de segundo set, Wawrinka abriu o terceiro set confirmando seu serviço e impondo a terceira quebra consecutiva em Murray para abrir 0-3. O inglês acordou e conseguiu a quebra no quinto game, mas na sequência não conseguiu confirmar seu saque, permitindo que o suíço permanecesse em vantagem. Logo em seguida, nova quebra de Murray, que passou a jogar como número 1 do mundo e dificultou imensamente o jogo de Wawrinka. Após uma hora de um altíssimo nível de tênis e uma série de reviravoltas, Murray enfim fechou o set em 7-5 e abriu 2-1 na partida.

Depois de um terceiro set intenso, o quarto set foi mais calmo e não teve quebras de serviço, embora Stan tenha sido pressionado durante todo o tempo. Apesar da possibilidade de fechar a partida, Murray foi derrotado por 7-6 (7-3), em mais um tie break e permitiu a consolidação do suíço no jogo.

Stan mais uma vez começou o set embalado, quebrando o serviço de Murray e abrindo 3-0. Quando parecia que o inglês esboçaria uma nova reação, Wawrinka conseguiu controlar o jogo e abrir 4-0. A partir daí, com uma grande vantagem e o jogo mais solto, foi só manter a concentração para, no sétimo game conseguir a quebra de serviço derradeira e fechar o set mais curto da partida (34 minutos) em um sonoro 6-1 e a batalha de Paris em 3 sets a 2. Na final, Wawrinka enfrenta o espanhol Rafael Nadal.

Murray foi derrotado por Stan após 4 horas e meia de jogo(Foto: Gabriel Bouys)

 

Nadal x Thiem: Um passeio do Toro Miúra

Nadal vibra após passeio sobre Thiem (Foto: AFP)

Se Wawrinka x Murray foi uma batalha épica, a outra semifinal de Roland Garros foi um verdadeiro passeio. O jovem austríaco número 6 do mundo bem que tentou, mas não conseguiu repetir seu desempenho contra o Toro Miúra nas quartas de final de Roma, onde havia vencido por 2-0, e acabou sendo derrotado por 3 sets a 0 (6/3, 6/4 e 6/0), em pouco mais de duas horas de jogo.

Os dois atletas não haviam perdido nenhum set na competição até então. Thiem chegou embalado à semifinal do torneio após um surpreendente 3 sets a 0 (com direito a  um “pneu” no último set) sobre o atual campeão da competição, Novak Djokovic, nas quartas de final. Do outro lado, Nadal foi beneficiado pela desistência de seu compatriota Carreño Busta nas quartas, mas vinha apresentando um jogo, tanto no torneio, quanto na temporada, que não deixava dúvidas de que sua má fase ficou no passado.

O austríaco começou bem na partida, quebrando o primeiro serviço de Nadal, mas logo em seguida o Toro Miúra conseguiu a virada, quebrando o saque de Thiem por duas vezes e fechando o set em 6-3. A partir daí, o austríaco não conseguiu mais incomodar o saque de Nadal, que ditou o ritmo da partida e fechou o segundo set em 6-4, após uma quebra no terceiro game.

Frustrado em todas as suas tentativas de complicar a vida do espanhol, Thiem se perdeu na partida e ficou entregue à potência dos golpes de Nadal, que carimbou sua classificação à final fechando o 3 sets a 0 ao aplicar um belíssimo pneu (6-0) no último set do jogo.

 

A final

Wawrinka e Nadal se enfrentam nesse domingo. (Foto: Pierre René-Worms, FMM
Montagem: France 24 )

O duelo entre Stan Wawrinka e Rafael Nadal acontece neste domingo, às 10h00. O suíço busca sua segunda conquista em Paris e chega à sua quarta decisão de Grand Slam na carreira, situação na qual nunca foi derrotado. Já Nadal vai em busca do seu 10º título na capital francesa, onde não vence desde 2014. O espanhol é favorito, tanto pelo retrospecto em Roland Garros quanto pelo nível de tênis que está jogando, mas a julgar pela semifinal, Wawrinka certamente será um grande obstáculo para o triunfo do Toro Miúra. Promessa de mais um grande jogo.

FacebookLinkedInTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare
Igor Oliveira Simões

Igor Oliveira Simões

Aspirante a jornalista, escreve por prazer e necessidade. Apaixonado por esportes, gente e boas histórias. Observador 24 horas por dia e cronista nas horas vagas, alterna-se entre copos de café e cerveja, é otimista por natureza, realista por experiência e acredita no esporte para além do entretenimento, como possível ferramenta de transformação social.



Related Articles

Tênis na Memória: Maria Esther Bueno, a bailarina do tênis

O Centro Olímpico de Tênis do Rio foi batizado com o nome de Maria Esther (Foto: Aquece Rio). Com saque

Nadal conquista Paris pela sétima vez em 10 anos

Nadal consagra uma grande temporada erguendo a taça em Roland Garros (Foto: Corinne Dubreil/FFT). Com atuação impecável, Nadal não dá

Rio de Janeiro conquista o 12º título da Superliga

Foto: André Durão Em arena lotada, time de Bernardinho vence batalha no clássico contra Osasco, que vive seca de títulos

No comments

Write a comment
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write a Comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*

error: Couteúdo protegido