Roma se rende ao talento do jovem alemão Zverev

Roma se rende ao talento do jovem alemão Zverev

Zverev foi o rei de Roma neste domingo (Foto: UbiTennis)

Alexander Zverev, bate Djoko por 2 sets 0, conquista seu primeiro título de Master e entra na corrida por Roland Garros

Com um metro e noventa e oito, andar desengonçado e rosto de menino. Quem viu Alexander Zverev entrando na quadra lotada hoje e imaginou que o garoto seria presa fácil para o experiente Novak Djokovic, precisa rever seus conceitos de tênis.

Imparável, o jovem tenista alemão Alexander viveu uma tarde de sonhos em Roma e conquistou seu primeiro título de Masters 1000 derrotando o sérvio por 2 sets a 0 (6-4 e 6-3) em 1 h 21 min de jogo.

O domínio de Zverev surpreendeu os amantes do tênis. Muito relaxado, o alemão contou com a força de seu saque para comandar a partida, foram sete pontos de saque, contra apenas um do sérvio. Outras estatísticas também ilustram o que foi seu domínio no jogo, Alexander quebrou o serviço de Djoko três vezes em cinco oportunidades e não cedeu nenhum break point a seu adversário.

A agressividade no saque de Zverev irritou Djokovic, que não conseguia devolver os serviços do alemão e por vezes pareceu perder o foco na partida. Outro problema para o sérvio foi o vigor físico de Alexander, que possibilitou o encaixe de backhands e forehands potentes sempre atrás da linha de base. Esses golpes chegavam sempre no fundo da quadra de Djoko, que teve quase todos os seus serviços incomodados, cometendo muitos erros nas trocas de bola.

Em um desses erros em trocas de bola, Zverev conquistou Roma e deu a Djokovic o segundo vice-campeonato consecutivo na capital italiana, nas quatro finais que disputou desde 2014. Ao sérvio, apesar da derrota, o retorno às boas atuações e o anúncio do ex-número 1 do mundo André Agassi como seu novo treinador, deixam esperanças para Roland Garros e as competições seguintes. Ao alemão, a promessa de um grande futuro próximo na ATP e a lembrança de receber seu primeiro troféu das mãos do lendário tenista australiano Rod Laver.

Igor Oliveira Simões

Igor Oliveira Simões

Aspirante a jornalista, escreve por prazer e necessidade. Apaixonado por esportes, gente e boas histórias. Observador 24 horas por dia e cronista nas horas vagas, alterna-se entre copos de café e cerveja, é otimista por natureza, realista por experiência e acredita no esporte para além do entretenimento, como possível ferramenta de transformação social.


Tags assigned to this article:
ATP de RomaDjokovicRod LaverRoland GarrosZverev

Related Articles

Nadal vence Thiem e conquista Madrid pela quinta vez

Nadal segue imbatível jogando no saibro na atual temporada (Foto: Divulgação) Jogando em casa, o espanhol teve que suar muito

No duelo dos helvéticos, a classe de Federer falou mais alto

Os dois tenistas se cumprimentam antes da partida (Foto: Billie Weiss/BNP Paribas Open) Federer derrota compatriota em Indian Wells e

Final do ATP de Roma esquenta briga por Roland Garros e mostra ascensão de novos talentos

Último título do tenista em Roma foi contra Federer, em 2015. Desta vez, o cenário é totalmente diferente (Foto: Reproução/ATP)

No comments

Write a comment
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write a Comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*

error: Couteúdo protegido