Durant faz 33, Warriors vencem fora de casa e abrem 3 a 0 na série

Durant faz 33, Warriors vencem fora de casa e abrem 3 a 0 na série
FacebookTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare

Ala fez 19 dos seus 33 pontos somente no terceiro quarto (Foto:Mark Sobhani/NBAE via Getty Images)

Ainda sem Kawhi Leonard, Spurs sofrem mais uma baixa, David Lee, com lesão no joelho, e perdem em casa para Golden State

No duelo válido pela terceira partida da série melhor de sete das finais da Conferência Oeste, o Golden State Warriors foi a casa do adversário e derrotou o San Antonio Spurs por 120 a 108, na noite do último sábado (20/05).

Com o time remendado, Gregg Popovich teve que se virar na escalação, sem Tony Parker lesionado desde a série contra o Houston Rockets, e Kawhi Leonard, que se machucou no primeiro jogo contra Golden State. Kyle Anderson, que acabou ficando com a titularidade, fez o que pôde e jogou bem, mas não o suficiente para ser páreo ao poder ofensivo dos Warriors. Para piorar a situação, David Lee, importante na rotação da equipe, machucou o joelho esquerdo e se juntou à lista de baixas do time texano.

O jogo foi equilibrado até o intervalo. Mas terminou em vitória do time de Oakland, sem muitas dificuldades. Danny Green, Patty Mills, LaMarcus Aldridge e Pau Gasol não fizeram boas partidas mais uma vez e estão deixando a desejar na série.

Do outro lado, como de costume, Durant, Curry e companhia tiveram boas atuações. Destaque para JaVale McGee, que assumiu a titularidade com a lesão de Zaza Pachulia e teve uma das melhores noites em sua curta carreira em pós-temporadas.

A próxima partida será mais uma vez em San Antonio, às 22 horas da próxima segunda-feira (22/05). A equipe texana terá que evitar o inevitável para forçar um quinto jogo e tentar se manter viva na competição ou serão eliminados com uma “varrida”.

A imagem que melhor representa a série até o momento. (Foto: Soobum Im-USA TODAY Sports)

O Jogo

O começo foi extremamente equilibrado. Os reservas de San Antonio tentavam evitar a correria imposta pelos adversários e mantiveram uma diferença relativamente pequena. JaVale McGee se tornou um personagem improvável ao marcar 12 pontos só no primeiro quarto. David Lee que havia entrado bem, acabou sofrendo uma lesão no joelho e teve que sair de quadra em uma cadeira de rodas. No último lance, David West conseguiu um passe do outro lado da quadra para Ian Clark, que conseguiu fazer a cesta no estouro do cronômetro (33 a 29).

Steph Curry e Draymond Green com problemas com faltas (ambos com 3) tiveram que passar um tempo no banco. Os Spurs chegaram a empatar com uma boa jogada de Jonathon Simmons, mas o ritmo acelerado da partida ajudou os Warriors a voltarem a ficar na frente do placar (64 a 55).

O aproveitamento de San Antonio, que chegou a  ser de mais de 60%, começou a piorar, caindo para abaixo dos 50%. Logo na volta do intervalo, Golden State abriu vantagem de 9 pontos, mas em poucos minutos essa diferença caiu para 2. A partir desse momento Kevin Durant decidiu resolver a partida. Foram 19 pontos do ala só nesse período, que terminou em 100 x 88.

No último período, até que os Spurs tentaram, mas faltando ímpeto pouco conseguiram fazer. Pressionados pela busca do resultado, começaram a errar muitos arremessos e a tomar decisões ruins. Isso abriu caminho para os Warriors continuarem impondo o jogo. Com os reservas em quadra, restou apenas o cronômetro zerar para confirmar a vitória em 120 a 108.

Destaques

Kevin Durant foi o cestinha da partida ao anotar um duplo-duplo, com 33 pontos e 10 rebotes. Todos os titulares de Golden State chegaram aos dígitos duplos com pelo menos 10 pontos. Stephen Curry fez 21, pegou 5 rebotes e teve 6 roubadas de bola. Completam a lista, Klay Thompson (17), JaVale McGee (16) e Draymond Green, que esteve perto do triplo-duplo com 10 pontos, 7 assistências e 7 rebotes.

Pelos Spurs, Manu Ginobili fez uma grande partida vindo do banco. O Argentino contribuiu com 21 pontos. Já LaMarcus Aldridge não teve uma noite muito inspirada (7 acertos em 17 tentativas), mas conseguiu anotar 18 pontos. Danny Green e Patty Mills também não foram bem, ambos fizeram apenas 7 pontos.

FacebookTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare
Felipe Coelho

Felipe Coelho

Apaixonado por esportes e por redação desde pequeno, demorou a perceber que poderia unir essas duas paixões como forma de viver e se expressar. Se jogou de cabeça relativamente tarde no basquete, mas a partir daí não parou mais. Até se esforça na hora da pelada, mas a habilidade só existe nos videogames mesmo. Nerd de carteirinha, coleciona milhares de horas na Steam. Football Manager player since 2005.



Related Articles

A magia de Manu Ginóbili

O Hall da Fama te espera, Manu! (Foto: Jesse D. Garrabrant/NBAE via Getty Images) A transformação da 57ª escolha do

A venda dos Rockets e o futuro da franquia

James Harden estendeu seu contrato com os Rockets até 2023 (Foto: Erik Williams/USA TODAY Sports ) Houston passa das mãos

Experiência será a arma do Vasco nos Playoffs

Nezinho atuando contra o Pinheiros. Desempenho do armador será fundamental (foto: Thiago Moreira/Vasco) Primeiro confronto contra o Pinheiros, válido pelos

No comments

Write a comment
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write a Comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*

error: Couteúdo protegido