Com marca histórica de LeBron, Cavs atropelam os Raptors, novamente, e abrem 2-0 na série

Com marca histórica de LeBron, Cavs atropelam os Raptors, novamente, e abrem 2-0 na série
FacebookTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare

Foto: divulgação/Cleveland Cavaliers

A equipe do Toronto, mesmo com alterações em sua escalação, não foi capaz de parar o Cleveland, de LeBron James, que venceu a partida por 22 pontos de diferença

Na noite de Quarta-feira a Quicken Loans Arena foi o palco do 2º jogo da série entre Cleveland Cavaliers e Toronto Raptors, válido pela semifinal da Conferência Leste. Em casa, LeBron James não poderia ter se sentido mais confortável: ativou o modo playoffs e anotou 39 pontos, que se juntaram aos 6 rebotes, 4 assistências, 3 roubos de bola e 2 tocos.  

Com essa marca, o camisa 23 ultrapassou o pivô Kareem Abdul-Jabbar e tomou o posto de 2º maior cestinha nos playoffs da liga, com 5.777 pontos somados. Além disso, nessa mesma partida, King James passou a ser o 4º colocado na lista de jogadores com, pelo menos, 300 bolas de 3 pontos na pós temporada, atrás de Manu Ginobili, Ray Allen e Reggie Miller. Com esses feitos, portanto, já é possível prever que a equipe canadense não foi nada bem-vinda em Ohio.

Entretanto, James não jogou sozinho. O time do Cleveland foi muito bem no geral, com destaque para o bom aproveitamento nos chutes de 3 pontos (54,5%), e esteve na frente, praticamente, durante todos os 48 minutos, chegando abrir até 30 pontos de vantagem.

Os Raptors, por sua vez, não ofereceram muito perigo, apesar dos esforços de Jonas Valanciunas, que veio do banco desta vez e contrariou as expectativas, sendo o cestinha da equipe com 23 pontos. Cory Joseph e Kyle Lowry também foram ofensivos e marcaram 20 pontos cada um.

(Foto: divulgação/Toronto Raptors)

A grande decepção da noite ficou por conta de DeMar DeRozan, extremamente apagado em quadra. O camisa 10 só acertou a cesta no último quarto da partida e terminou com apenas 5 pontos. Sem poder contar com uma boa atuação do ala-armador, o Toronto foi derrotado por 103-125.

Os Raptors terão a chance de se recuperar na série em casa no próximo jogo, que ocorrerá amanhã, às 20 horas. Resta saber qual estratégia o técnico Dwane Casey arriscará, desta vez, para tentar frear LeBron James e os Cavaliers.

O Jogo

Pra começar a partida, em 6 minutos, o Cleveland já deu a amostra de como seria a noite e abriu 19-9 no placar. Depois dessa vantagem, os visitantes só conseguiram encostar com 4 minutos restantes, quando cortaram a diferença para 5. Todavia, o excelente desempenho nas bolas de 3 pontos e a boa defesa dos Cavs, dificultaram uma reação maior. Dessa forma, os Raptors terminaram o quarto sofrendo 34 pontos e acertando apenas 22.

A segunda parte deste período já tem seu início marcado por uma bola de 3 do Channing Frye e, apesar do surpreendente 1º tempo do Jonas Valanciunas, que fez 19 pontos nesses 24 minutos, o Cleveland conseguiu administrar bem a vantagem, sem muitas chances pro Toronto encostar.

O 3º Quarto chegou trazendo o único susto que a Quicken Loans sentiu na noite. Após um contato com seu companheiro Norman Powell, Kyle Lowry ficou deitado na quadra por uns minutos, aparentemente sentindo muita dor. Foi ao vestiário e, após um reforço local, felizmente conseguiu voltar para o jogo. Porém, sua força de vontade não foi suficiente para evitar a vantagem de 26 pontos que o time da casa abriu nesse quarto. Desde aí, os Cavs administraram e só precisaram gerenciar o feito até o fim do jogo, que finalizou em 103-125.

Destaques:

Pelo Cleveland, o destaque, indiscutivelmente, foi LeBron James, com 39 pontos, 6 rebotes, 4 assistências, 3 steals e 2 tocos. Além dele, também se ressaltaram Kyrie Irving, que atingiu o duplo-duplo com 22 pontos e 11 assistências; Iman Schumpert com 14 pontos, 6 rebotes e com ótimo aproveitamento em arremessos de quadra (6-8) e, por último, Channing Frye, que incendiou o jogo com suas bolas de 3 (5-7 de aproveitamento) e obteve 18 pontos.

Já na equipe do Toronto, quem brilhou foi Valanciunas, que mostrou muita vontade e surpreendeu as expectativas, marcando 23 pontos, 5 rebotes e 10-13 em arremessos certeiros. Cory Joseph e Kyle Lowry, com 20 pontos cada, também entram pra lista.

FacebookTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare
Gabriela Martins

Gabriela Martins

Carrego comigo o amor pelo futebol e a paixão pelo basquete. Como torcedora fanática do Vasco da Gama e do Oklahoma City Thunder, aprendi que o esporte vai além dos minutos em campo ou em quadra. No jornalismo, encontrei a oportunidade de trabalhar com o que realmente gosto. Na RISE, a chance de externar, por meio dos meus textos, aquilo que meus times me ensinaram: não é só um jogo!



Related Articles

Flamengo segura Pinheiros em São Paulo e abre 1 a 0 na série

O ala-pivô Olivinha flertou com o duplo-duplo e foi um dos pilares na boa atuação da equipe carioca (Foto: Ricardo

ESPN divulga calendário de transmissões da temporada

O Houston Rockets de James Harden será uma das equipes com mais jogos transmitidos (Foto: Getty Images) Calendário de transmissões

Curry marca 29 pontos e lidera virada dos Warriors contra os Spurs

Stephen Curry sendo marcado por Tony Parker (foto: Noah Graham/NBAE via Getty Images) Golden State se recupera de péssimo 1º quarto,

No comments

Write a comment
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write a Comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*

error: Couteúdo protegido