Especial NFL – Mock Draft 2017

Especial NFL – Mock Draft 2017
FacebookTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare

Ah, o Draft da NFL! O momento tão aguardado por muitos. Hora de saber o que os times vão fazer com as melhores (e com as nem tão boas) escolhas. Basta lembrar que Tom Brady e Russell Wilson passaram longe da primeira rodada, que Aaron Rodgers foi escolhido depois de Alex Smith e por aí vai… É o momento de esperança, frustração e daquele EMPOLGOU™ maroto. Tudo junto e misturado.

Para começar o aquecimento do evento que tem pontapé nesta quinta-feira (dia 27), a RISE Esportes vai lançar o famoso Mock Draft. Uma “brincadeira” onde imaginamos o que cada time pode/deve fazer com suas seleções no draft. Faremos a simulação da rodada mais importante, o Primeiro Round.

Teremos dois posts para dar nossos palpites e explicar a razão para cada escolha. Assim podemos falar um pouco do que cada time precisa, comentar sobre os jogadores disponíveis e, claro, fingir ser general manager das franquias da NFL por um dia.

Amanhã (26), meu parça Guilherme Porto vai trazer os seus “achismos” para o campo da bola oval. Hoje (25) quem vai dar uma de Nostradamus é o Vinícius Mathias, vulgo este que vos escreve. Preparados? Lá vai então o primeiro Mock Draft de NFL da RISE Esportes. Que lancemos mais touchdowns do que interceptações.

Round 1

1. Cleveland Browns – Myles Garrett (DE, Texas A&M)

Quem apostar em outra coisa vai ganhar ou perder sozinho. Garrett chega para causar um grande impacto imediato. Azar de Big Ben, Joe Flacco e Andy Dalton que vão sofrer para escapar dos tackles do defensive end.

2. San Francisco 49ers – Solomon Thomas (DE, Stanford)

Os 49ers precisam de muita coisa e um trade down para acumular escolhas mais baixas é bem possível. Caso fiquem com a escolha, nunca é demais adicionar um pass rusher. Ainda mais com a qualidade de Thomas.

3. Chicago Bears – Marshon Lattimore (CB, Ohio State)

Mais um que pode buscar um trade down. A secundária precisa de reforços e temos três grandes prospectos aqui (Adams, Hooker e Lattimore). Não tem como errar, seja qual for o escolhido. Para enfrentar Rodgers e Stafford, Chicago deve ir com o melhor cornerback do draft.

4. Jacksonville Jaguars – Leonard Fournette (RB, LSU)

Fournette é perfeito aqui. Jacksonville precisa de um running back para tirar a pressão de Blake Bortles. Além disso, estabelecer o jogo corrido vai descansar a fortíssima defesa dos Jaguars.

5. Tennessee Titans (via Rams) – Malik Hooker (S, Ohio State)

Os Titans precisam principalmente de cornerback e wide receiver. O WR pode vir na pick 18 e CB temos aos montes esse ano. Já um safety, que pode ser o novo Earl Thomas, não é todo dia que aparece. O problema da secundária no meio do campo está resolvido com Malik Hooker.

6. New York Jets – DeShaun Watson (QB, Clemson)

Muitas vezes os quarterbacks não são tão badalados antes do draft, mas na “hora H” eles acabam sendo valorizados. Watson foi vencedor no College Football e os Jets precisam de um QB com essa mentalidade para voltarem aos playoffs. Com McCown, Hackenberg e Petty não vai rolar.

7. Los Angeles Chargers – Jamal Adams (S, LSU)

Possivelmente o segundo melhor prospecto da classe. Mas as necessidades dos times acima e o fato dos safeties não serem muito valorizados no draft podem fazer Adams cair no colo de LA. Dificilmente os Chargers sairão daqui sem Adams ou Hooker.

8. Carolina Panthers – Dalvin Cook (RB, Florida State)

Os Panthers não precisam comprometer escolhas para dar um trade up na busca por Fournette. Primeiro que talvez ele sobre até aqui. Segundo que a classe de RB é ótima. Cook é o monstro ideal para tirar de vez a responsabilidade de Cam Newton correr com a bola.

9. Cincinnati Bengals – Jonathan Allen (DE, Alabama)

O melhor defensive end do draft deste planeta (porque Myles Garrett é de outro mundo) cai no colo dos Bengals. Os problemas da linha defensiva são mais fortes do que a preocupação com as lesões de Allen.

10. Buffalo Bills – Mike Williams (WR, Clemson)

A dúvida aqui não é que posição pegar e sim qual recebedor pegar. Buffalo precisa de muitos alvos urgentemente. Mike Williams e Sammy Watkins farão uma bela dupla para Tyrod Taylor.

11. Arizona Cardinals (TROCA com os Saints) – Mitchell Trubisky (QB, North Carolina)

Olha a surpresa aí. Bruce Arians ficou impressionado com Trubisky e sabe que os Browns vão escolhê-lo na pick 12. Por isso Arizona sobe para buscar seu quarterback do futuro que ficará sob a tutela de Carson Palmer por um ou dois anos. “That’s a hell of a scout” – Arians sobre Trubisky na visita do QB aos Cardinals.

12. Cleveland Browns (via Eagles) – O.J. Howard (TE, Alabama)

Sem Trubisky e sem Watson, os Browns seguem com a estratégia de acumular os melhores talentos. Nada mais apropriado do que o melhor tight end do draft. A busca por QB pode esperar.

13. New Orleans Saints (TROCA com os Cardinals) – Derek Barnett (DE, Tennessee)

O draft está cheio de pass rushers e cornerbacks de qualidade. Justamente as duas maiores fraquezas dos Saints. Embora a secundária seja tenebrosa, New Orleans não pode deixar Barnett passar aqui. Cameron Jordan finalmente ganha um parceiro para derrubar o QB adversário.

14. Philadelphia Eagles (via Vikings) – Christian McCaffrey (RB, Stanford)

Philly tem problemas no backfield e seus dois RBs que não são nenhuma Brastemp estão em fim de contrato. McCaffrey é completo e uma baita arma recebendo passes também. Quanto mais recebedores os Eagles fornecerem para Carson Wentz, melhor.

15. Indianapolis Colts – Takkarist McKinley (DE, UCLA)

Os Colts não conseguem pressionar o QB adversário de jeito nenhum e isso pode começar a mudar agora. McKinley vai ficar feliz em enfrentar Blake Bortles e Tom Savage (?) quatro vezes na temporada.

16. Baltimore Ravens – Haason Reddick (LB, Temple)

Reddick é um linebacker completo. Agora imagina um jogador completo jogando com Terrell Suggs, C.J. Mosley e Zach Orr. Os Ravens precisam de secundária e recebedores, mas a tentação de formar um grupo perfeito de linebackers vence aqui.

17. Washington Redskins – Jabrill Peppers (S/LB, Michigan)

Peppers é uma das maiores incógnitas do draft. É aquela coisa: joga em todas ou não joga bem em nenhuma? Jabrill cabe certo nos Redskins, pois o time precisa de linebackers e ajuda na secundária. Vale o risco.

18. Tennessee Titans – Corey Davis (WR, Northern Michigan)

Finalmente os Titans pegam seu novo alvo. De quebra, ainda é provavelmente o melhor wide receiver do draft. Nada mal para uma pick 18. Marcus Mariota abre um sorriso largo em algum lugar no mundo.

19. Tampa Bay Buccaneers – David Njoku (TE, Miami)

Adicionar um tight end do potencial de Njoku num ataque com DeSean Jackson e Mike Evans é um arsenal e tanto. Jameis Winston agradece. A NFC Sul é oficialmente a terra dos tiroteios: só vale ataque.

20. Denver Broncos – Ryan Ramczyk (OT, Wisconsin)

A classe de linha ofensiva não é das melhores, mas alguns times precisam arriscar. A necessidade dos Broncos é urgente e muitos colocam Ramczyk como a escolha aqui. Não vejo o porquê de não escolhê-lo…

21. Detroit Lions – Jarrad Davis (LB, Florida)

Detroit precisa reforçar seu grupo de linebackers para ontem. Jarrad Davis é o modelo ideal, dentro e fora de campo, para ajudar o pior setor da franquia em 2016.

22. Miami Dolphins – Reuben Foster (LB, Alabama)

O ano é 2016 -> Laremy Tunsil caiu no draft por conta de polêmica com drogas -> Dolphins arriscou -> deu certo. O ano é 2017 -> Reuben Foster cai no draft por conta de polêmica com drogas -> Dolphins arrisca ->… Tendeu?

23. New York Giants – Cam Robinson (OT, Alabama)

Robinson pode jogar tanto como tackle quanto como guard. Seja em qual for, o garoto de Alabama tem vaga em Nova York. Chega de Ereck Flowers, né Eli Manning?

24. Oakland Raiders – Gareon Conley (CB, Ohio State)

Após um monte de pass rushers serem escolhidos, começa o show dos cornerbacks. Um dos melhores deles é Gareon Conley, que chega para dar um jeito na secundária dos Raiders.

25. Houston Texans – Patrick Mahomes (QB, Texas Tech)

Trubisky não chega até essa posição de draft, Watson provavelmente também não. Então já que o flerte com Tony Romo não deu certo, os Texans estão em caso de amor com o braço poderoso de Mahomes. O QB de Texas Tech não está pronto para ser titular, mas Tom Savage também não está. E ano passado foi Osweiler, então…

26. Seattle Seahawks – Garett Bowles (OT, Utah)

Os Hawks podem muito bem pegar um CB ou S aqui, mas é difícil apostar nisso vendo a linha ofensiva tenebrosa de Seattle. Sério, não queiram Joeckel de tackle, experiência própria de torcedor dos Jaguars. Movam Luke Joeckel para guard e coloquem Bowles de tackle. É o que tem pra hoje.

27. Kansas City Chiefs – John Ross (WR, Washington)

John Ross impressionou no Combine, mas a classe defensiva é tão boa que ele quase ficou pro segundo round. Não é de hoje que os Chiefs têm problemas com WR. Nada que o recordista do sprint de 40 jardas não resolva. As desculpas de Alex Smith estão acabando.

28. Dallas Cowboys – T.J. Watt (LB, Wisconsin)

O irmão de J.J. Watt amou conhecer o chefão dos Cowboys, Jerry Jones. Pois o manda-chuva vai amar os serviços do linebacker que pode formar um grupo forte com Sean Lee e Jaylon Smith (que pode estar no caminho de recuperar seu joelho).

29. Green Bay Packers – Tre’Davious White (CB, LSU)

Procura-se secundária de Green Bay – nunca vista em 2017, sumiço completo no NFC Championship Game contra os Falcons. Qualquer CB mais rápido que Davon House é uma boa escolha aqui.

30. Pittsburgh Steelers – DeShone Kizer (QB, Notre Dame)

Big Ben quase aposentou esse ano. Do próximo não deve passar. Pittsburgh adoraria pegar um pass rush ou um recebedor aqui, mas é preciso pensar no futuro. Um ano aprendendo com Ben Roethlisberger vai fazer um BEM ba dum tsss danado a Kizer.

31. Atlanta Falcons – Taco Charlton (DE, Michigan)

Vic Beasley foi o líder de sacks da NFL em 2016, mas ele precisa de companhia. Taco é uma combinação de tamanho, envergadura e atleticismo acima da média para um pass rusher.

32. New Orleans Saints (via Patriots) – Marlon Humphrey (CB, Alabama)

Os Saints vão pegar seu CB na pick 32. Mas imaginar que Humphrey esteja disponível aqui é muito otimismo deu até vontade de refazer o Mock Draft. Sorte de New Orleans, que pode pegar um dos melhores cornerbacks da classe na última escolha da rodada.

É isso! Concordam, discordam ou muito pelo contrário? Deixe sua opinião e faça seu Mock Draft também! Mas cuidado, é altamante viciante!

FacebookTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare
Vinícius Mathias

Vinícius Mathias

Jornalista e ala-armador nas horas vagas. Sofre nas ligas americanas com Timberwolves, Jaguars, Sharks e Angels. Se arrepende por não ter escolhido o Seahawks. Chelsea e Alemanha trazem felicidade no futebol, pelo menos. Fã de Aaron Rodgers, Jimmie Johnson, Kevin Garnett, Kimi Räikkönen e de uma Heineken bem gelada.


Tags assigned to this article:
especialfutebol americanoMock DraftNFL

Related Articles

NFL – Análise da temporada: New York Jets

Foto: David Richard/AP. A volta de Ryan “Fitztragic” com direito a seis interceptações em um jogo; confira como foi a

NFL – Análise da Temporada: New England Patriots

O Super Bowl LI certamente foi o título mais comemorado por Brady e pelos Patriots (Foto: Reprodução/Sports Illustrated). Os Patriots

Boas escolhas e gente dormindo: teve de tudo!

Roger Goodell, o cara “mais adorado” da NFL, iniciando os trabalhos do segundo dia (Foto: Reprodução/USA TODAY) Algumas escolhas de

No comments

Write a comment
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write a Comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*

error: Couteúdo protegido