Líder e Vice-Líder? Não, é a FA Cup!

Líder e Vice-Líder? Não, é a FA Cup!
FacebookTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare

Chelsea, classificado para a final da FA Cup e líder da Premier League tem tudo para levantar duas taças na temporada (Foto: Reprodução/The FA)

Veja os destaque do fim de semana na Inglaterra, que teve Liga Inglesa e Copa da Inglaterra em paralelo

O último fim de semana do futebol inglês misturou FA Cup e Premier League, de maneira a deixar qualquer leigo perdido sobre qual competição está acompanhando. Com a rodada do campeonato nacional quebrada entre o final da semana e o meio da semana seguinte, os principais times jogaram entre si, em partidas interessantes.

Chelsea 4 x 2 Tottenham – Líder e vice-líder? Não, era a Copa da Inglaterra

No jogo mais aguardado da Premier League, aquele que decidiria os rumos de quem levantará o caneco da liga na principal temporada foi emocionante. Mas, o jogo, foi válido pela Copa da Inglaterra, competição tradicional na Inglaterra e que trouxe um jogo interessante entre Blues e Spurs.

Kane não perdoa nunca! (Foto: Reprodução/The FA)

A partida, eletrizante do começo ao fim e digna de uma semifinal de FA Cup, começou com um de seus muitos gols logo cedo: aos 4 minutos, o brasileiro William chamou a responsabilidade e resolveu bater falta da entrada da área. Com categoria, jogando no canto onde estava o arqueiro adversário, Lloris, o brasileiro foi feliz e abriu o placar para o Chelsea em Wembley.

O Tottenham, com o segundo melhor ataque da liga inglesa, não poderia ficar de fora do tiroteio que foi a partida, e aos 16 minutos, veio a resposta: em jogada embolada no canto direito do campo, Eriksen puxou para canhota e achou um cruzamento à meia altura para dentro da área. A bola sobrou para quem sabe e Harry Kane, numa espécie de peixinho, igualou o marcador.

Propondo mais o resultado, o time de Antonio Conte foi para cima. A formação, apesar de ter um aspecto defensivo, mostrou que o time, atuando com alas rápidos pelos flancos, não está na liderança do campeonato à toa. Pela ala direita, então, aos 41, o nigeriano Moses arrancou com total velocidade, deixando a marcação de Son, dos Spurs, para trás. O atacante coreano não perdeu a viagem, e de carrinho, derrubou Moses na área. Duvidosa, mas marcada pelo árbitro da partida, a penalidade caiu de novo sob a responsabilidade de William que não desperdiçou e estufou a rede de Lloris, botando o Chelsea na frente de novo.

Olha o gás!

Na virada de tempo, depois da correria imposta na primeira etapa, se esperava um segundo tempo de ritmo mais lento. Certamente, a partida passou longe disso na parte final.

Aos 6 minutos, Dele Alli arranca por entre os zagueiros e pede a bola. O passe, apesar de improvável veio perfeito e com açúcar, no limite. De carrinho, o garoto revelação do Tottenham pega de bate-pronto e deixa Courtois sem reação. Empate dos Spurs em 2 a 2 e promessa de jogo igual na sequência.

Jogo pegado e com muita pressão dos dois lados, digno dos dois elencos fortíssimos. (Foto: Reprodução/The FA)

A pressão feita dos dois lados era evidente e mostrava o porquê da posição de cada um deles na liga inglesa. E, chegar na semifinal da FA Cup, certamente apenas reiterava essa ideia.

Com as chances criadas, uma hora o gol sairia. E a sorte ficou por conta do lado azul: aos 30, em escanteio jogado na área adversária, a bola resvala em cabeçada dentro da confusão, sobrando nos pés de quem sabe. Hazard, que não usa a camisa 10 à toa, pegou a redonda e bateu forte, cruzado, matando Lloris e passando no meio de toda a confusão. Era o Chelsea mais uma vez tomando as rédeas do placar, mas dessa vez para não perder mais.

A única coisa que estava faltando? Um golaço. Para realizar os desejos dos amantes do futebol bonito, aos 35, Matic, em passe de Hazard na entrada da área, nem amaciou a bola para soltar o pé. Um chute perfeito, de canhota, um canudo no ângulo. Lloris nada pôde fazer, além de observar ela estourar no travessão e morrer lá dentro. Com o 4 a 2, bastou o Chelsea segurar a vitória e a vaga na final da FA Cup.

10 e faixa: William, do Chelsea

Geralmente o troféu “10 e faixa” é dado aos craques da partida, que decidiram mesmo sem ter feito gols ou dado assistências. Mas dessa vez, o brasileiro William merece destaque.

William mostrou que ainda pode ajudar, tanto no Chelsea, quanto na seleção (Foto: Reprodução/The FA)

Muitas vezes ficando no banco do time azul, o jogador foi perdendo espaço tanto no time, quanto na seleção, sendo banco em ambos e caindo de ritmo. Os dois gols, importantes no triunfo, podem ser fundamentais em seu sucesso daqui para frente, e dão ao camisa 22, o troféu desse fim de semana.

Five O’Clock Tea (Chá das 5) – Resumão da Rodada

FA Cup

Arsenal 2 x 1 Manchester City: na outra partida da semifinal, o Arsenal de Wenger tirou toda e qualquer chance de título para a temporada de Guardiola. Com partida empatada no tempo normal, Agüero fez para os Citizens, enquanto Monreal empatou para os Gunners. Na prorrogação, Alexis Sanchez resolveu a parada e botou o Arsenal na final com o Chelsea.

Premier League

Burnley 0 x 2 Manchester United: fora de casa, o United venceu o Burnley depois da séria contusão de Ibra no meio de semana, em partida da Europa League contra o Anderlecht. Martial e Rooney marcaram para os Red Devils¸ garantindo os três pontos na conta.

Liverpool 1 x 2 Crystal Palace: o Liverpool, que só ganha dos principais times da competição, se complicou mais ainda perdendo para o Palace em casa. De virada, Benteke marcou duas vezes, aplicando a lei do ex. O gol dos donos da casa ficou por conta de Coutinho.

FacebookTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare
Guilherme Porto

Guilherme Porto

Algo entre o famoso soccer e o lacrosse universitário da Irlanda do Norte me interessam. A paixão por esportes (lê-se quase todos), acompanhada de uma boa resenha e uma cerveja gelada me encantam bastante. E, apesar de não podermos beber aqui, o resto garanto passar com agilidade e muita informação.



Related Articles

Premier League – Rodada 4: pontos fora da curva?

Algumas coisas precisam ser revistas para os Reds conseguirem chegar longe esse ano (Foto: Reprodução/Premier League) Os Citizens passaram o trator

Bem vinda, Premier League #3: o Liverpool será campeão

Salah é a principal novidade do Liverpool para a temporada (Foto: Reprodução/Premier League) A RISE Esportes começa o aquecimento com um

Premier League – Rodada 5: semana recheada

Kane marcou dois gols contra o Dortmund na quarta-feira de Champions League (Foto: AFP/Getty Images) Goleadas em Manchester e clássico

No comments

Write a comment
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write a Comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*

error: Couteúdo protegido