Thompson dá show nas bolas de três e Warriors vence Grizzlies por 106 a 94

Thompson dá show nas bolas de três e Warriors vence Grizzlies por 106 a 94
FacebookTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare

Foto: Klay Thompson comemora após acertar bola de três pontos em partida na Oracle Arena. (Créditos: AP/Marcio Jose Sanchez)

Golden State aproveita apagão de Memphis no último período para fazer 24 a 13 e vencer a partida.

Em partida equilibrada, o Golden State Warriors derrotou o Memphis Grizzlies por 106 a 94, na Oracle Arena, em Oakland. Mesmo com desfalques em ambos os lados Kevin Durant pelo time da casa e Marc Gasol pelos visitantes —, as equipes deram um show. Destaque para os “Splash Brothers”, Klay Thompson e Steph Curry, que aproveitaram a falta de eficácia ofensiva dos Grizzlies, perdidos em quadra após o 3º quarto.

Com o triunfo, os Warriors confirmaram a boa fase e completaram a 7ª conquista seguida nos últimos dez jogos. Na liderança da Conferência Oeste, com 58 vitórias e 14 derrotas e sendo seguida de perto pelo San Antonio Spurs de Kawhi Leonard, a equipe californiana enfrentará uma sequência difícil na próxima semana. Primeiro, o Houston Rockets, de James Harden, fora de casa. Depois o próprio San Antonio, em confronto direto, no Texas. Na volta para a Oracle Arena, encaram o Rockets mais uma vez e no próximo domingo (02/04), recebem o Washington Wizards, que também passa por uma boa fase.

Já o time de Tennessee, venceu apenas quatro dos últimos dez jogos disputados e enfrenta uma streak negativa de três derrotas. Na sétima posição do Oeste, com um repertório de 40 vitórias e 32 derrotas, parece improvável perder alguma posição e depende só de si mesmo para garantir uma vaga nos playoffs do melhor basquete do mundo. Ainda em viagem, os Grizzlies enfrentarão o Sacramento Kings. E, na volta para casa, receberão o Indiana Pacers, na quarta (29/03) e o Dallas Mavericks na sexta-feira (31/03).

 

 

Andre Iguodala e Shaun Livingston vibram com a vitória dos Warriors sobre os Grizzlies (Foto: Noah Graham/NBAE via Getty Images)

 

O Jogo

A estratégia de Memphis era clara: segurar o poder ofensivo dos Warriors através de uma defesa sólida, forçar o erro e gastar o maior tempo possível com a bola na mão. Além disso, explorar a já conhecida fragilidade da equipe californiana no garrafão protegido por Zaza Pachulia. Sem Marc Gasol, lesionado, a tarefa foi encarregada a Zach Randolph e JaMychal Green. O segundo, em especial, teve um ótimo primeiro quarto, onde ajudou nos rebotes e pôs fogo com enterradas. Uma bola de três pontos de Mike Conley serviu para os Grizzlies terminaram o período na frente por 28 a 25.

JaMychal Green continuava com uma ótima prestação (5 arremessos certos em 6 tentativas) e Memphis chegou a emplacar 8 pontos de vantagem a maior até então na partida no segundo período. Mas Andre Iguodala resolveu chamar a responsabilidade para si. Foram 11 pontos do MVP das finais de 2015 só nesse quarto. A partir daí, as bolas de três de Golden State que não vinha bem no quesito começaram a cair. Contudo, os visitantes continuavam evitando que o placar se distanciasse. No último lance, coube a “Iggy” converter dois lances livres que levaram os Warriors a liderança por 56 a 54.

No retorno à quadra, Klay Thompson veio com a mão calibrada. Acertando três bolas de três pontos e fazendo ótimos avanços na infiltração, o ala-armador chegou aos 22 pontos na partida. Além dele, o ala Matt Barnes – com 10 pontos – também teve um terceiro quarto inspirado. No entanto, os Grizzlies buscaram reação para deixar o placar equilibrado mais uma vez. Parcial de 83 a 81 para GSW.

Pelo último período, o ritmo acelerado tomou conta do jogo. As equipes se mostraram afobadas, com muitos erros e desperdiçando muitos ataques. Mas, após um tempo pedido pelo técnico Steve Kerr, o time da casa se recuperou e voltou a produzir. Do outro lado, Memphis chegou a amargurar mais de 5 minutos sem pontuar. Esse apagão do adversário foi fundamental para uma vantagem de 12 pontos de Golden State. Com os visitantes pressionados e a vitória praticamente nas mãos, os Warriors só administraram o resultado e garantiram o triunfo com tranquilidade.

Destaques

O ala-armador Klay Thompson, foi o cestinha e melhor jogador em quadra ao marcar 31 pontos, acertando 7 bolas de três. O atual MVP Stephen Curry, com 21 e o reserva de luxo, Andre Iguodala (20) completam a lista de destaques do Golden State.

Pelo lado dos Grizzlies, o armador Mike Conley, com 29 pontos, e os pivôs, Zach Randolph (15) e JaMychal Green (13) foram os maiores pontuadores.

Catch-and-Shoot:

No que seria o confronto dos candidatos ao prêmio de MVP da temporada, James Harden levou a melhor sobre Russel Westbrook, já que sua equipe, o Houston Rockets venceu o Oklahoma City Thunder em casa, no Toyota Center, por 137 a 125. Com ambos os times mostrando serviço e muito poderio ofensivo, o placar largo apresentou o que foi uma das maiores pontuações da atual temporada. Os destaques foram Harden com 22 pontos e 12 assistências e Westbrook com 39, 13 assistências e ainda 12 rebotes. Esse foi o 36º triplo-duplo do armador de OKC na temporada.

O New Orleans Pelicans venceu o Denver Nuggets por 115 a 90 e ainda sustenta o sonho de alcançar a última vaga dos playoffs. Sem DeMarcus Cousins,  com torção no tornozelo direito, sobrou para Anthony Davis carregar a equipe. O pivô fez 31 pontos e 15 rebotes, alcançando o duplo-duplo e garantindo a vitória dos visitantes. Já o time da casa, sofreu com uma péssima atuação de seus titulares. Mason Plumlee, vindo do banco, foi quem mais contribuiu ao anotar 16 pontos e 6 rebotes.

Sensação da temporada, o Miami Heat não resistiu e perdeu para o Boston Celtics por 108 a 112, no TD Garden em Boston. Os 30 pontos do armador Isaiah Thomas foram fundamentais para a vitória dos celtas, que continuam a perseguição ao Cavaliers pela 1ª posição da Conferência Leste. O ala Jae Crowder com 25, também teve boa prestação. Pela equipe da Flórida, as boas atuações do pivô Hassan Whiteside (19 pontos e 15 rebotes) e de Tyler e James Johnson 24 e 21 pontos, respectivamente não foram o suficiente para evitar a derrota.

FacebookTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare
Felipe Coelho

Felipe Coelho

Apaixonado por esportes e por redação desde pequeno, demorou a perceber que poderia unir essas duas paixões como forma de viver e se expressar. Se jogou de cabeça relativamente tarde no basquete, mas a partir daí não parou mais. Até se esforça na hora da pelada, mas a habilidade só existe nos videogames mesmo. Nerd de carteirinha, coleciona milhares de horas na Steam. Football Manager player since 2005.



Related Articles

A evolução do jogo: seria a bola de três pontos a nova enterrada?

Foto: Vince Carter e Stephen Curry. A passagem do bastão de uma geração para outra. créditos:NBA A revolução que Curry

O fim da novela Carmelo Anthony

Carmelo Anthony jogará ao lado de Russel Westbrook e Paul George (Foto: Sue Ogrocki/AP) Após muita especulação, o destino de

Com marca histórica de LeBron, Cavs atropelam os Raptors, novamente, e abrem 2-0 na série

Foto: divulgação/Cleveland Cavaliers A equipe do Toronto, mesmo com alterações em sua escalação, não foi capaz de parar o Cleveland,

No comments

Write a comment
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write a Comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*

error: Couteúdo protegido