Conheça os 8 finalistas da Champions League

Conheça os 8 finalistas da Champions League
FacebookTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare

Os cruzamentos já definidos e a taça da Champions League (Foto: Getty Images)

Quartas de final terão confrontos dos favoritos a ganhar o torneio e pode reservar surpresas inéditas para as semifinais.

Aconteceu nesta sexta feira em Nyon na Suíça o sorteio das quartas de final da UEFA Champions League. Com partidas marcadas para os dias 11, 12, 18 e 19 de abril, esta fase da competição coloca frente a frente as oito melhores equipes da Europa na disputa por uma vaga para as semifinais do torneio.

Quis o destino que os quatro favoritos ao título Juventus e Barcelona; Real Madrid e Bayern de Munique se encontrassem nessa fase da competição, evitando assim que a semifinal da atual temporada seja a mesma da de 2014/15 quando Barça e Juve decidiram o caneco em Munique.

Se os “monstros” da competição irão se matar por duas vagas de um lado, do outro, as surpresas Leicester – que chega às quartas de final pela primeira vez – e Monaco, responsável pelo ineditismo de eliminar Pepe Guardiola nas oitavas de final da Liga, enfrentarão os tradicionais Atlético de Madri e Borussia Dortmund respectivamente.

Não há dúvidas que após proporcionar uma virada heróica e uma classificação histórica que dá continuidade ao conto de fadas inglês, a maior competição de clubes do planeta garantirá aos fãs de futebol internacional ainda mais emoção nessa reta final do torneio. Então, vamos aos confrontos.

Os pragmáticos

O Leicester foi campeão inglês na temporada passada com uma única forma de jogar. Comandados pelo italiano Claudio Ranieri – demitido há duas semanas – , o clube do sul da Inglaterra importou a sua forma de jogar para a Europa e não é que deu certo? Líderes do seu grupo na fase classificatória da competição, os foxes enfrentaram o Sevilla nas oitavas e com o regulamento embaixo do braço passaram de fase e se tornaram o único representante inglês na Europa.

Se na fase de grupos e nas oitavas os ingleses tiveram como principais adversários times que saem pro jogo e vão para o ataque – Porto e Sevilla -, nesta eliminatória eles enfrentarão o tão pragmático quanto Atlético de Madri comandado por Diego Simeone. Nesse duelo no qual nenhum time vai querer a posse de bola e se lançar ao ataque, quem se dará melhor? Se for na capacidade de fazer gols, os madrilenhos levam uma pequena vantagem. Os colchoneros, com 11 bolas na rede, marcaram somente uma vez mais que os ingleses que sonham em encerrar a parte dois do conto de fadas com mais um final feliz.

O reencontro de gigantes

Nenhum confronto se repetiu tanto na Liga dos Campeões quanto Bayern x Real Madrid. Os dois times já se enfrentaram pela competição continental 16 vezes e nesta temporada compartilham algo em comum. Ambos fizeram uma fase de grupos irregular e acabaram na segunda colocação de suas respectivas chaves, entretanto, ao chegar às oitavas de final, alemães e espanhóis massacraram os seus adversários com vitórias agregadas de 10 a 2 e 6 a 2 respectivamente.

Foto: Getty Images

Os dois times chegam até aqui com oito jogos cada um sendo duas máquinas de fazer gols. Enquanto os alemães marcaram 24 gols, média de três por partida, os blancos somam 22 tentos. Dentro da área, os dois times também são poderosíssimos, cerca de 80% dos gols marcados pelas duas equipes foram dentro da área adversária.

Ao ataque, camaradas!

Se você acha que o melhor ataque da Europa está entre a trinca de ferro Real Madrid, Barcelona e Bayern de Munique, sinto muito em lhe dizer, mas você está enganado. Com 84 gols na Ligue 1 francesa em 29 jogos, o Monaco de Leonardo Jardim detém a alcunha de ataque mais poderoso do continente e para eliminar Pepe Guardiola e o todo poderoso Manchester City na fase anterior, o time recorreu ao que sabe fazer de melhor. Em uma partida louca na Inglaterra, os monegascas marcaram 3 vezes, e mesmo perdendo por 5 a 3, saíram de campo satisfeitos. Para acabar de vez com o sonho dos citizens, enfiou 3 a 1 no Louis II e mandou Guardiola de volta pra casa em sua quarta eliminação seguida na Champions League.

Para enfrentar o ataque todo poderoso do time do principado, mais ataque. O Borussia Dortmund é o recordista de gols de uma fase de grupos da competição ao marcar 21 gols em seis partidas, média de 3,5 gols/ jogo. Todo essa astúcia e vontade de fazer gol se deve muito ao time jovem que ambas equipes possuem com média de idade de 25,2 anos, a mais baixa entre as 8 equipes que sobreviveram até aqui.

A hora da vendetta?

Foto: Getty Images

Vendetta em italiano significa vingança, dar o troco. E é justamente isso que a Juventus quer fazer com o Barcelona neste confronto. Para vingar o 3 a 1 sofrido em Munique pela final da Liga de 2014/2015, os italianos apostam no seu forte e tradicional poder defensivo em conjunto com a capacidade tática de seu quarteto de ataque infernal comandado por Dybala e Higuaín. Até aqui o time de Max Allegri sofreu apenas dois gols – sendo a melhor defesa da competição – e está invicto com 6 vitórias e 2 empates.

Do outro lado, tem o Barcelona, que após ser dado como morto no massacre de Paris, – como é chamada a derrota por 4 a 0 para o PSG – ressurgiu das cinzas e se classificou em cima dos parisienses com uma vitória de 6 a 1 em uma partida polêmica onde os erros de arbitragem foram tão protagonistas quanto à virada heróica dos culés. Para se opor à melhor defesa, somente a eficiência do ataque mais poderoso da competição. São 26 gols marcados pelos blaugranas até agora.

Motivação para as duas equipes não falta. Na história do confronto são 9 jogos com 4 vitórias para a Velha Senhora, 2 empates e 3 vitórias do Barça.

Agora foi dada a largada! Quem vão ser as quatro equipes classificadas para as semifinais da maior competição do planeta? Façam suas apostas!

 


Douglas Dayube

Apaixonado por esportes, não importa aonde ele esteja sendo disputado. Desde os gramados do Maraca até o circuito de Spa, espero levar sempre conteúdo de qualidade aos leitores do RISE.

 

FacebookTwitterFacebook MessengerWhatsAppShare
RISE Esportes

RISE Esportes

Somos comunicadores. Jornalistas e publicitários. Mas antes de tudo, estudiosos - e apaixonados. Vivemos isso 24/7. Acreditamos no esporte como um fenômeno que transcende o lazer. Para nós, é mais que um jogo. É altruísmo, confiança, superação. É talento. Estilo de vida e ferramenta de transformação. E continua paixão. A RISE Esportes é uma iniciativa feita à várias mãos. Enxergamos a necessidade de uma reeducação na maneira como enxergamos o jogo. É isso que une pessoas tão diferentes. Nossa proposta é desenvolver um espaço de conversa e reflexão através de uma produção de conteúdo que adicione valor ao debate esportivo.


Tags assigned to this article:
Champions LeagueUEFA

Related Articles

UCL: rodada difícil para os alemães na Champions

Estrela do Leipzig, Timo Werner, sofreu a pressão da torcida do Besiktas, não suportou e pediu substituição (Foto: Divulgação) A

Sobrou tarimba: Juventus “sabe sofrer”, vence e está quase na final

Higuaín se redimiu durante o jogo e foi o resumo da Juve na partida (Reprodução/Twitter) A experiência da Velha Senhora

UCL: a primeira vez a gente nunca esquece

Real Madrid ganha pela primeira vez em Dortmund, Atlético perde a primeira partida internacional no Metropolitano e Barcelona vence em

No comments

Write a comment
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write a Comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*

error: Couteúdo protegido